Esportes e negócios: astros se aventuram no mundo empresarial

Cristiano Ronaldo, Roger Federer, Tom Brady, Mc Gregor e até Michael Jordan embarcaram neste outro segmento

atualizado 26/09/2021 16:37

Thearon W. Henderson/Getty Images

É fato que os grandes astros do esporte arrecadam verdadeiras fortunas e a grande maioria vive tranquilo após a aposentadoria. Porém, uma gama de atletas aproveitam seu lado mais “visionário” e investem em atividades longe de onde exercem suas atividades.

A revista “Veja” fez um levantamento e reportou grandes atletas que aproveitaram sua fama para construírem um império ainda maior do que seus salários.

São os casos de Roger Federer, Cristiano Ronaldo, Conor McGregor e, talvez o que mais arrecada, Michael Jordan.

O “Rei do Basquete” assinou com a Nike para ter uma marca de tênis na empresa estadunidense. Além dos calçados “Jordan”, o ex-atleta também assina algumas camisas do Paris Saint Germain. Segundo informações, Michael já faturou mais de US$ 1 bilhão.

Cristiano Ronaldo tem negócios em empresas de diversos ramos. Seja marca de roupas, em hotéis, academias ou implante capilar, o portugês ganha muito dinheiro fora dos gramados.

O polêmico lutador do UFC Conor McGregor é dono da Proper No. Twelve, uma empresa de whisky. Só com a venda de bebidas, o irlandês arrecadou cerca de US$ 150 milhões. Em abril, ele negociou 51% da marca por R$ 1,3 bilhão.

O tenista Roger Federer também atua fora das quadras. O suiço investiu em uma empresa de calçados chamada “On”. Em apenas um dia de negociações em Nova York, a companhia valorizou mais de US$ 11 bilhões.

Não é de hoje que muitos jogadores buscam aumentar o seu patrimônio fora dos gramados. Alguns, inclusive, têm patrocínio vitalício com grandes marcas.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes

Vídeos
Últimas notícias