Covid-19: Bruno Schmidt deixa UTI após ter 70% do pulmão comprometido

O brasiliense, campeão olímpico de vôlei de praia, se recupera bem, está no quarto e deve ter alta hospitalar no próximo fim de semana

atualizado 25/02/2021 20:18

Bruno SchmidtGabriel Rossi/Getty Images for FIVB

O campeão olímpico de vôlei de praia, Bruno Schmidt, está próximo de receber alta hospitalar, depois de se recuperar de Covid-19. O brasiliense deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Vila Velha, no Espírito Santo, na segunda-feira (22/2), e se recupera no quarto. O caso só veio à tona na terça-feira (23/2), quando a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) divulgou uma nota oficial.

A notícia da proximidade de alta traz conforto para os fãs e, sobretudo, para os familiares de Bruno. De acordo com o pai dele, Luiz Felipe Schmidt, o atleta de 34 anos “está se sentido bem e os médicos preveem a alta para o fim de semana”. O alívio é grande, já que o brasiliense chegou a ter 70% dos pulmões comprometidos.

Bruno começou a sentir sintomas leves da doença provocada pelo novo coronavírus na época do Carnaval. A esposa testou positivo, mas ele chegou a fazer três exames de Covid-19, que deram negativo para a presença do vírus.

Dos primeiros sintomas a 70% do pulmão comprometido

Melhor e diante da anuência dos exames, Bruno viajou para Saquarema, no Rio de Janeiro, onde disputaria a sétima etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Open, nesta semana. Lá, voltou a passar mal e, com febre, retornou a Vila Velha.

No sábado de Carnaval (13/2), Bruno foi ao hospital e passou por tomografia dos pulmões, que apontou 25% de comprometimento. Ele foi internado imediatamente e um novo teste deu positivo para Covid-19.

Após as primeiras medicações, Bruno melhorou no domingo, mas voltou a se sentir mal na segunda-feira. Já com dificuldade de respirar, passou por novo exame de imagem, que apontou 70% de comprometimento dos pulmões. Ainda de acordo com Felipe Schmidt, ele foi acometido por uma bactéria atípica, o que prejudicou o tratamento da infecção pulmonar.

Após quatro dias na UTI, Bruno evoluiu bem, não precisou ser entubado e recuperou significativamente a capacidade de respiração pulmonar. Nesta quinta-feira (25/2), ele está com a capacidade respiratória plena, mas permanecerá no hospital para cumprir o ciclo de antibióticos.

Olimpíada de Tóquio

Ao lado do parceiro Evandro, Bruno Schmidt é um dos principais nomes do vôlei de praia do Brasil no momento e está classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Juntos, eles venceram a última etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia de 2020, em dezembro. Foi o 29º título de open do brasiliense.

Vídeos
Últimas notícias