Após ter os portões fechados em Brasília, UFC anuncia adiamentos

Antes defensor contumaz da continuidade das lutas, Dana White se mostrou preocupado com a epidemia do coronavírus e anunciou as medidas

Dana WhiteReprodução/Twitter

atualizado 16/03/2020 19:30

Depois de assistir ao UFC Brasília histórico com portões fechados e defender a continuidade do calendário, o presidente da maior organização de MMA do mundo, Dana White, cedeu e decidiu anunciar o adiamento dos três próximos eventos.

Antes defensor contumaz da continuidade das lutas, Dana White se mostrou preocupado com a epidemia do coronavírus e anunciou as medidas.  “Estou nesse ramo há 20 anos e isso é o que fazemos: achamos um jeito de ter luta. Mas esse é diferente. O mundo todo está sendo afetado agora e nada é mais importante do que a saúde e segurança de vocês e suas famílias”, afirmou Dana White, em um e-mail divulgado pelo site MMA Junkie.

O presidente do UFC ainda tentou justificar a insistência na manutenção dos eventos. “Muitas pessoas entraram em contato ao longo dos últimos dias nos agradecendo por não cancelar o UFC Brasília no último sábado. Quando coisas estranhas acontecem no mundo, ou quando há uma tragédia como o ataque a tiros do dia 1º de outubro em Las Vegas, as pessoas querem que a vida volte ao normal, e nada é mais normal do que assistir a esportes”, argumentou, antes de anunciar também o “fechamento dos nossos escritórios imediatamente”.

Os eventos adiados estão sem data prevista

Os eventos do UFC adiados são: UFC 248 – Tyron Woodley x Leon edwards (21/03), UFC Fight Night – Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik (28/03) e UFC Fight Night – Alistair Overeem x Walt Harris (11/04).

Vídeos
Últimas notícias