Aos 42 anos, Glover Teixeira pode se sagrar campeão mundial do UFC

Brasileiro disputa o cinturão do UFC contra o polonês Jan Blachowicz, atual campeão da divisão dos meio-pesados (até 93 kg)

atualizado 30/10/2021 6:59

Glover Teixeira, lutador de MMAGetty Images

Neste sábado, em Abu Dhabi, o lutador de MMA Glover Teixeira terá a oportunidade de ser campeão mundial pelos pesos meio-pesados, glória que ainda não alcançou em quase 10 anos lutando no UFC (Ultimate Fighting Championship).

A edição do UFC 267 terá duas disputas por títulos. Na principal luta do evento, Glover encara o polonês Jan Blachowicz, atual campeão da divisão de até 93 kg, que defende o cinturão pela segunda vez. Na primeira defesa, o atual detentor do cinturão derrotou o nigeriano Israel Adesanya  (atual campeão dos peso-médio, até 84 kg).

Já no coevento principal, o ex-campeão Petr Yan (Rússia) mede forças contra Cory Sandhagen (EUA), pelo título interino da categoria peso-galo (até 61 kg).

Aos 42 anos, o brasileiro nascido em Sobral (MG) sabe que esta pode ser a última chance de se sagrar campeão do UFC. Em 2014, teve sua primeira chance de conquistar o cinturão, mas não resistiu ao então campeão invicto Jon Jones. Na ocasião, o americano venceu a luta por decisão unânime.

Passados sete anos, Glover novamente lutará pelo tão sonhado título. Nesse período, o brasileiro acumulou algumas derrotas. Com a idade avançada, muitos fãs do atleta não esperavam que ele teria outro “Title Shot” no UFC. No entanto, o lutador engatou uma sequência de 5 vitórias seguidas, sendo a última contra o compatriota Thiago “Marreta” Santos, no UFC Fight Night disputado em novembro do ano passado.

Após encaixar um mata-leão em Thiago Marreta, Glover pediu a Dana White, presidente do UFC, a chance de lutar pelo título. “Dana, eu sou um cara velho! Você vai dar a luta para o Adesanya? Me fazer esperar? Cinco lutas seguidas batendo esses caras, não é fácil! Me dê a luta pelo título!”, desabafou. De quebra, na mesma noite alcançou o recorde de vitórias por finalização na categoria dos meio-pesados.

0

Diante da boa fase, o chefão da organização não teve outra alternativa a não ser conceder a oportunidade para que Glover dispute o cinturão do UFC.  Do ponto de vista comercial, venderia bastante uma revanche entre Israel Adesanya, campeão dos meio-médios (84kg), e o atual campeão Jan Blachowicz.

Veterano e já em fase final de carreira, o brasilerio conseguiu algo incomum não apenas no mundo das lutas, mas em esportes de alto rendimento em geral. Manter-se no auge da forma física e mental é um desafio para qualquer atleta, o que deixa Glover e seus fãs ainda mais orgulhosos da caminhada nos octógonos.

Apesar do bom desempenho nas últimas apresentações, o brasileiro é tido como “zebra” no combate de sábado. Mais jovem, mas igualmente veterano, Jan Blachowicz (37 anos) também vem num excelente momento na organização. Assim como o brasileiro, o atual campeão da categoria vem de 5 vitórias consecutivas, sendo que a última foi sobre o nigeriano Israel Adesanya, considerado por muitos um dos lutadores mais talentosos da história do MMA.

Sites de apostas e portais especializados em prognósticos dão amplo favoritismo ao atual campeão. Mas, por se tratar de um esporte em que qualquer descuido pode ser fatal, as probabilidades de vitória para cada lado pouco dizem quando o juiz dá início ao combate.

Glover, no entanto, é um lutador mais completo. Além de ser faixa preta em jiu-jitsu, já participou de várias competições de wrestling (espécie de luta greco-romana em que se pode usar as pernas) e tem poder de nocaute. Portanto, a depender do desenrolar da luta, o brasileiro pode optar por levar a luta para o chão ou permanecer em pé para buscar um nocaute.

Na quinta-feira (28/10), durante o media day (coletiva de imprensa um dia antes da pesagem), Glover esbanjou confiança com sua versatilidade. “Eu vou derrubá-lo. Ou com minha mão esquerda ou com minhas quedas, mas vou derrubá-lo”, assegurou o mineiro de 1,88 m e 93 kg. O oponente, por sua vez, reconhece a qualidade do desafiante brasileiro, mas garante ser “o melhor do mundo” e que “haverá muito sangue”, e não será o dele.

O combate promete ser muito intenso, já que ambos são agressivos seja em pé ou na luta agarrada. Em 20 lutas realizadas por Glover no UFC, apenas 6 foram para decisão dos juízes. Ou seja, na maioria das lutas do brasileiro, o confronto termina em nocaute ou finalização.

As principais lutas do evento começam a partir das 15h, horário de Brasília. O Canal Combate transmite ao vivo

Cinturão peso meio-pesado: Jan Blachowicz x Glover Teixeira

Cinturão interino peso-galo: Petr Yan x Cory Sandhangen

Peso-leve: Islam Makhachev x Dan Hooker

Peso-pesado: Alexander Volkov x Marcin Tybura

Peso meio-médio: Li Jingliang x Khamzat Chimaev

Peso meio-pesado: Magomed Ankalaev x Volkan Oezdemir

Vídeos
Mais lidas
Últimas notícias