*
 

Um projeto de reality show baseado na vida da blogueira Gabriela Pugliesi foi aprovado pela Ancine (Agência Nacional de Cinema) para captar até R$ 2.280.030,35 por meio da Lei do Audiovisual.

Batizado de “A Vida É Mara”, a primeira temporada deve mostrar o universo de Pugliesi e de pessoas próximas a ela “fazendo uma passagem rápida pela infância, quando ela sofria com bullying na escola, até a evolução que a fez chegar ao posto da musa fitness mais consagrada do Brasil, com milhares de fãs e todo o glamour que vive hoje”, explica a sinopse.

Atualmente, ela tem 3,6 milhões de seguidores no Instagram. A Lei número 8.685/93 é direcionada a dar apoio indireto a projetos de audiovisual produzidos no Brasil. Caso direcionem recursos financeiros a obras aprovadas pela Ancine, contribuintes físicos ou jurídicos podem receber abatimento ou isenção de tributos no Imposto de Renda.

Petição

O programa nem teve início, mas tem causado revolta. Uma petição on-line, já assinada por mais de 19 mil pessoas, pede o cancelamento da verba direcionada para financiar o reality show.

O texto acusa Pugliesi de incentivar transtornos alimentares e de imagem. “Sem formação acadêmica nenhuma, tem como fonte de renda se exibir nas redes sociais com vocabulário sofrível e escasso”, pode ser lido na petição.

 

 

 

 

COMENTE

gabriela pugliesiancinereality showlei do audiovisual
comunicar erro à redação

Leia mais: Televisão