*
 

Karina (Malu Rodrigues) e Diego (Arthur Aguiar) terão uma recepção inesperada ao levar o filho para conhecer Nádia (Eliane Giardini) e Gustavo (Luís Melo). Isso porque os avós maternos também estarão presentes e vão rejeitar a criança, que é negra. “É um pouco diferente da Karina”, dirá o pai da moça. “Eu não esperava esse bebê”, complementa a mãe.

“Mãe, pai, o que vocês querem dizer é que não esperavam um neto negro”, acusará Karina. “Francamente, não. Mas você trabalhava naquele lugar”, relembra Milton (ator não definido). A mãe de Karina, convencida de que o neto é filho de algum cliente da ex-prostituta, complementa: “Nem gosto de lembrar. Mas ela trabalhava na noite. Fazia a vida”.

“É meu. Fizemos um teste de DNA”, garante Diego. Bruno (Caio Paduan), outro filho de Nádia, relembra à família o fato de a mãe ter descendentes negros, e Gustavo admite que sua avó também é negra, o que justificaria a afloração da etnia no filho de Karina.

Depois de Odair (Felipe Titto), que estará morando com Nádia, dizer não entender qual o problema e revelar ter um irmão negro, Nádia vai  interrompê-lo: “Não precisa entrar em detalhes, Odair. Aliás, nem se deve dizer negro. Mas afrodescendente”. Bruno retruca: “Dona Nádia, agora virou politicamente correta?”. “Sempre fui politicamente correta. Não sei por que diz que sou racista, Bruno. Vou botar o bebê para dormir. Com licença”, responde Nádia, na defensiva, subindo com o neto.