*
 

Em breve, o grande segredo que une os guardiães da fonte de juventude vai ficar em sério risco quando uma parte dele for revelado para uma pessoa de fora. E o responsável por isso será um dos integrantes: Eurico (Dan Stulbach). O prefeito de Serro Azul não vai resistir à pressão da esposa, Marilda (Letícia Spiller), e contará boa parte da história a ela.

Isso acontece a partir do momento em que o casal está na prefeitura e os outros cinco guardiães – Milu (Zezé Polessa), Ondina (Ana Beatriz Nogueira), Aranha (Paulo Rocha), Feliciano (Leopoldo Pacheco) e Machado (Milhem Cortaz) – chegam para falar com Eurico. O prefeito, sem escolha, pede que a esposa os deixem a sós. Ela sai revoltada.

Horas depois, quando o marido chega em casa, Marilda descarrega sua raiva nele e exige saber o motivo pelo qual Eurico tem andado por todos os cantos com as cinco pessoas que apareceram na prefeitura. Principalmente com Feliciano, um mendigo, que parece ter o poder de obrigar seu marido a fazer o que ele quiser.

Acuado, Eurico diz que não pode falar do que se trata e pede para que o assunto seja esquecido, mas Marilda insiste e trata de fazer uma chantagem sentimental: se o marido não abrir a boca, ela vai entrar com um pedido de divórcio litigioso. Vendo-se sem saída, o homem diz que todos fazem parte de um grupo. Sem entender direito, a primeira-dama especula se é uma seita secreta ou até mesmo uma organização maçônica.

É então que o prefeito revela para a esposa que eles integram uma irmandade com mais de duzentos anos de existência, e que os seis são os guardiães, assim como era Egídio (Antonio Calloni), recém-falecido. Por fim, Eurico fala que, com a morte dele, será necessária a escolha de um novo líder. Marilda fica com os olhos arregalados, mas ele não conta que guardam a fonte, que possui o poder de rejuvenescer as pessoas de fora da grupo.