metropoles.com

Netflix perde assinantes nos EUA após acusações de sexualização infantil

O movimento #CancelNetflix chegou aos Trending Topics do Twitter logo após a estreia do filme Cuties, da diretora Maïmouna Doucouré

atualizado

Compartilhar notícia

#CancelNetflix
1 de 1 #CancelNetflix - Foto: null

A plataforma de streaming Netflix vem perdendo assinantes nos Estados Unidos após a polêmica que envolve o filme Cuties, acusado por internautas de sexualização infantil. Segundo a Variety, a queda teve início a partir de 10 de setembro, um dia após a estreia do projeto dirigido por Maïmouna Doucouré. No mesmo dia, a tag #CancelNetflix chegou aos Trending Topics do Twitter.

Dois dias depois, em 12 de setembro, a taxa de cancelamento foi quase oito vezes maior do que os níveis diários registrados em todo o mês de agosto deste ano. Segundo a YipitData, a taxa é a maior registrada nos últimos anos.

0

Não está claro, porém, qual será o impacto disso na base geral de assinantes da Netflix e se a queda seguirá nos próximos dias, aponta a Variety.

Defesa

Após as acusações, a diretora Maïmouna Doucouré se defendeu e afirmou que o filme é uma crítica à sexualização de crianças. Ela explicou, inclusive, de onde surgiu a inspiração para o longa.

“Eu conversei com centenas de pré-adolescentes para entender como elas se relacionavam com sua feminilidade hoje em dia. Essas garotas veem que, quanto mais a mulher é sexualizada nas redes sociais, mais bem-sucedida ela é. E sim, isso é perigoso”, disse.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comEntretenimento

Você quer ficar por dentro das notícias de entretenimento mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações