Nany People sai da repescagem para ser favorita no Popstar

A artista conquistou a maior nota e está imune na próxima semana

GloboGlobo

atualizado 02/12/2019 17:33

Ela gabaritou. Nany People foi aplaudida de pé e ganhou nota 10 de todos os especialistas. Assim, a artista conquistou o primeiro lugar no ranking do Popstar no último domingo (01/12/2019), interpretando a canção Tigresa, de Caetano Veloso.

No próximo programa, Nany se apresenta mas, imune, seu show não valerá notas e, consequentemente, não corre risco de eliminação.

“Esta apresentação já valeu minha entrada no Popstar. Foi uma redenção, estou me sentindo uma fênix”, comemora Nany, que garantiu 30,68 pontos no episódio – a nota mais alta dos 11 shows do dia.

Para ela, que na última semana estava na repescagem, correndo risco de eliminação, cantar com Fafá de Belém entre os especialistas teve um gosto ainda mais especial. “É um grande desafio, uma montanha-russa de emoções. Cantar para tantas pessoas e para esses artistas me emociona. Hoje está aqui a Fafá de Belém, uma das três artistas que mais admiro. Ela é minha musa inspiradora”, conta.

Globo
Leticia Sabatella foi a eliminada desse domingo (01/12/2019)

Com a menor nota no ranking esta semana (30,33 pontos), Leticia Sabatella deixou a disputa na sexta semana do programa.

Você foi da repescagem direto para o primeiro lugar no ranking esta semana. Esperava esse salto? Estava confiante que isso poderia acontecer?
Popstar é agonia e êxtase. São as quatro estações em um domingo só. Não esperava esse salto, esperava conseguir, porque a gente faz o possível para não sair. Eu queria permanecer no ranking, mas esse salto tão grande eu não esperava. Eu pensava em não ficar em último lugar para continuar na disputa. Mas foi uma redenção mesmo, estou me sentindo uma fênix.

A apresentação deste domingo foi como você imaginava? Saiu tudo como você planejou?
Este domingo foi como idealizamos, seguindo uma linha performer que estou fazendo desde o ‘Show das Poderosas’. Saiu tudo de acordo com o que planejamos e o que estudei: os movimentos, a abertura do leque. Senti o que eu estava cantando, fazendo essa linha dramática, foi tudo muito pensado e funcionou direitinho.

Você comentou que a Fafá de Belém é uma das três artistas que você mais admira. O nervosismo aumenta quando se tem um grande ídolo na plateia? E quando esse ídolo está te avaliando, como é?
Quando soube que Fafá estava no júri eu tive uma síncope de choro, de nervoso. Quando a vi, pensei: “vou cantar para ela”. Fafá é uma mulher que eu admiro demais, assim como Lília Cabral e Rogéria: três grandes artistas em quem eu me inspirei a vida toda. Sempre ouço Fafá, sei todas as músicas dela, já fui em vários shows e ela sabe disso. Fiquei muito feliz e muito nervosa também. No final, abri a boca a chorar (risos).

Divulgação
Elenco do sexto episódio de Popstar

Você veio de duas semanas debilitada por conta de um problema de garganta, mas não deixou de se apresentar. Acha que foram as semanas mais difíceis no programa?
Sem sombra de dúvida foram as duas semanas mais difíceis. Quando cantei ‘Menino do Rio’ eu não falava nada. Tive até que fazer um tratamento com laser na garganta. Só falei durante o programa e entrei num recesso sem falar nada ao longo da semana para me cuidar. A semana seguinte foi um pouco melhor, mas ainda difícil, com o tratamento e antibiótico. Agora, continuo com o cuidado dos médicos e focada no programa.

O que o público pode esperar das suas próximas apresentações?
Acho que o público vai querer ver cada vez mais performances nos meus shows. E vou me esforçar para corresponder a expectativa à altura. E quero me divertir cada vez mais, porque acho que isso passa para as pessoas que estão assistindo.

Últimas notícias