*
 

A sinceridade de Cris (Vitória Strada) vai tirar Alain (João Vicente de Castro) do sério nos próximos capítulos de Espelho da Vida. A atriz, na tentativa de ter uma conversa franca e esclarecedora com o ex-noivo, diz que pode viajar no tempo e está apaixonada por Danilo (Rafael Cardoso). Porém, acaba sendo ridicularizada pelo diretor do filme sobre a vida de Júlia Castelo (Vitória Strada).

A moça diz que não há uma explicação racional para o que está acontecendo, mas consegue viajar até os anos 1930, época na qual Júlia estava viva e era apaixonada por Danilo. Alain não reage bem, dizendo não ser idiota ou capaz de aceitar o fato de Cris/Júlia estar envolvida com outro homem.

A atriz se dá conta de que pode ter cometido um erro ao começar a contar a história para o ex-noivo, que não poupa no sarcasmo e afirma que preferia que Cris lhe dissesse estar apaixonada por um homem de carne e osso, no qual pudesse dar uma surra. No entanto, nada pode fazer contra um homem de outra dimensão. Para completar, afirma que a moça está doente.

Cris diz que Alain a está decepcionando profundamente agindo dessa maneira e pede que ele deixe a ironia de lado. Mas o sujeito não está com qualquer vontade de ser compreensivo. Sarcástico, pergunta se já que o papel dela é ser Júlia Castelo, o dele é ser palhaço ou idiota. Irritada, a atriz rebate, afirmando que a imbecil é ela e pede que o diretor a esqueça.