Dono da RedeTV! defende o fim do confinamento para evitar colapso

Marcelo de Carvalho acredita que o país pode "até não ter 4 mil mortes, mas terá 40 milhões de desempregados"

Marcelo de CarvalhoDivulgação

atualizado 25/03/2020 17:10

Marcelo de Carvalho, apresentador e um dos donos da RedeTV!, fez críticas à quarentena imposta em diversos estados brasileiros e o Distrito Federal. Segundo ele, a medida preventiva contra o novo coronavírus pode levar o país a um colapso econômico.

Marcelo de Carvalho, adotando discurso defendido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e outros empresários, afirmou que o Brasil pode viver tempos como a Grande Depressão – quando, em 1929, o mundo viveu uma das maiores crises do regime capitalista.

“A grande parte dos empregos do Brasil é formada por pequenas e microempresas. É a pessoa que é comerciante, varejista, a pessoa que tem uma franquia, a loja… Isso tudo está parado. Não está entrando dinheiro. As pessoas não estão podendo comprar, as ruas estão desertas, é tempo de guerra. Você sabe o que vai acontecer? Vão começar a mandar gente embora. Nós corremos o risco de entrar em um colapso”, falou Marcelo de Carvalho.

“É uma destruição, é uma depressão, como foi em 1929 nos Estados Unidos, ou pior. Eles, agora, pelo menos estão com um pacote de US$ 2 tri para jogar na economia. Mas nós estamos no Brasil. A nossa economia vinha de mal a pior. Agora tinha começado a levantar. Gente, vai acabar com o país. Nós podemos não ter 4 mil mortos, mas teremos 40 milhões de desempregados por causa do coronavírus”, concluiu.

Veja o vídeo:

Últimas notícias