Atriz de The Crown teria recebido indenização por diferença salarial

Intérprete da Elizabeth II nas duas primeiras temporadas, Claire Foy ganhava 29 mil libras a menos do que o colega de elenco Matt Smith

atualizado 02/05/2018 18:19

Netflix/Divulgação

A atriz britânica Claire Foy, que viveu a rainha Elizabeth II nas duas primeiras temporadas da série The Crown, da Netflix, pode ter recebido uma compensação de até 200 mil libras dos produtores da atração por conta de uma disparidade salarial.

A informação, não confirmada oficialmente pela Netflix, é do Daily Mail. A indenização vem após uma grande polêmica, quando os produtores Suzanne Mackie e Andy Harries revelaram, no mês passado, que Foy, a protagonista da série, recebia cerca de 29 mil libras a menos que seu colega de elenco Matt Smith, intérprete do príncipe Philip, marido de Elizabeth II. Na época, os produtores justificaram que o pagamento maior a Matt seria por sua fama, após ter protagonizado quatro temporadas de Doctor Who.

Depois, além de uma desculpa oficial dos produtores e da Netflix, foi assegurado que, de agora em diante, ninguém ganhará mais que a intérprete da rainha em The Crown. A partir da terceira temporada, Olivia Colman, de Broadchurch, e Tobias Menzies, de Game of Thrones, vão assumir os papéis de Elizabeth e Philip na série.

Em nota ao Daily Mail, a produtora Left Bank Pictures se responsabilizou novamente pela disparidade. “Estamos totalmente unidos na luta por pagamento igualitário, livre de gêneros, e numa readequação da forma como a indústria trata as mulheres em frente e atrás da câmera”, diz o comunicado.

Últimas notícias