Os Simpsons bate recorde de maior número de episódios na TV americana

Série animada criada por Matt Groening alcançou a marca histórica de 636 capítulos. Produção enfrenta polêmica racial

atualizado 30/04/2018 19:08

Fox/Divulgação

Os Simpsons bateu o recorde de maior número de episódios na TV americana, no último domingo (29/4). O capítulo 636 fez com que a série animada ultrapassasse Gunsmoke (1955-1975), produção de faroeste e ex-dona da marca histórica, com 635.

Garantida até 2019, quando irá ao ar sua 30ª temporada, a produção marcou a cultura pop ao malhar de hábitos culturais e tipos americanos, de famosos a anônimos. Nos últimos anos, o seriado também ficou conhecido pelas certeiras previsões do futuro, como a eleição do empresário Donald Trump para presidente dos Estados Unidos e a compra da Fox, canal do desenho, pela Disney.

Atualmente, porém, a série criada por Matt Groening enfrenta graves acusações de racismo. A polêmica envolve o personagem Apu Nahasapeemapetilon, indiano dono de um supermercado em Springfield, cidade onde são ambientadas as histórias.

O recente documentário The Problem with Apu (O Problema com Apu), do comediante Hari Kondabolu, aponta uma série de estereótipos usados na construção do personagem. Um deles é o sotaque carregado, dublado por Hank Azaria, ator branco.

Groening e sua equipe responderam às críticas no episódio 633. Nele, uma conversa entre Marge e Lisa, mãe e filha, sugere que algo visto como inovador no passado agora é considerado politicamente incorreto. A reação repercutiu muito mal na internet e em alguns veículos de imprensa americanos.

Em recente entrevista ao USA Today, Groening relativizou a controvérsia. “Acho que estamos vivendo um tempo na nossa cultura em que as pessoas adoram fingir que estão ofendidas”, disse.

Últimas notícias