Ator de Malhação desabafa sobre racismo na portaria da Globo

O intérprete do personagem Serginho usou as redes sociais para contar o que aconteceu nos estúdios

Divulgação/ TV GloboDivulgação/ TV Globo

atualizado 06/07/2019 18:58

O ator João Pedro Oliveira, que vive o personagem Serginho em Malhação: Toda Forma de Amar, usou suas redes sociais para desabafar sobre uma situação de racismo. O registro teria acontecido na portaria dos Estúdios Globo.

“Ontem no trabalho eu gravei no estúdio (geralmente eu gravo na cidade cenográfica), e eu simplesmente fui parado quando fui de fato entrar pra gravar no estúdio. ‘Você trabalha aqui? Preciso da tua identificação’. Depois de falar a minha matrícula, o nome e o número de telefone, o cara perguntou minha função. Quando eu disse ator, ele disse ‘ah, ator não precisa se identificar, desculpa’ “, escreveu o jovem, no Twitter, na noite desta sexta-feira (05/06/2019).

“Se atores quando vão entrar no estúdio não precisam se identificar como ele deduziu que eu não era um ator? É, vocês sabem bem como… E antes que venham falar de roupa e etc, eu tava caracterizado do personagem!”, continuou.

“E digo a vocês, é bacana estar nesse projeto, nessa emissora, fazendo tudo o que tenho feito. Mas de fato, eles não estão preparados pra ter pessoas como nós, negros, ocupando esses espaços nesse cargo. É triste, causa revolta mas seguimos, né?”, lamentou. “Eu poderia engolir mais esse sapo, como eu engulo todos os dias, com diversos casos desses aí. Mas as pessoas criam uma ideia de que, se você é ator e trampa na Rede Globo, sua vida é foda (e pra alguns pode até ser). Mas, quando você é preto e ocupa esse espaço, o jogo não é o mesmo”, finalizou, antes de deletar seu perfil da rede social.


Últimas notícias