Após acusações contra Melhem, Dani Calabresa estreia programa no GNT

Apresentadora estreia no Dani-se, programa de humor que vai ao ar toda sexta-feira, às 22h30; Pedroca Monteiro também comanda a atração

atualizado 02/03/2021 14:28

Dani CalabresaDivulgação/ Leo Lemos

Após as acusações de assédio sexual contra Marcius Melhem, Dani Calabresa vai estrear um novo programa de humor no GNT. Ao lado de Pedroca Monteiro, Dani-se estreia nesta sexta-feira (5/3), às 22h30, e promete muitas risadas e alegria ao público. Tudo isso através de um bate papo leve e despretensioso, esquetes e quadros cheios de improviso.

A apresentadora retorna aos estúdios da Globo um período conturbado. Dani Calabresa acusou Maricus Melhem, ex-diretor dos programas de humor da Rede Globo, de assédio sexual. O processo corre em segredo na Justiça, e Dani classificou o assunto como “muito doloroso e íntimo”.

“O amor e o humor salvam. A gente precisa rir. O Dani-se é um programa leve e divertido. Faço com o meu parceiro Pedroca, que é muito engraçado e amoroso! A gente recebe dois convidados pra bater um papo descontraído, com reflexões e histórias engraçadas, fazemos esquetes, improvisos, imitações e damos um Dani-se para tudo que nos pressiona”, comenta Dani.

Com direção artística de Lilian Amarante, Dani-se vai ao ar toda sexta-feira, às 22h30. A atração conta com 10 episódios e foi gravada nos Estúdios Globo, seguindo todas as recomendações e protocolos de segurança contra a Covid-19.

0
Caso Marcius Melhem

As denúncias de assédio feitas por atrizes da Globo a Marcius Melhem foram publicadas em reportagem da revista Piauí, que detalhou, após ouvir mais de 43 pessoas, o comportamento do ator, até então diretor de núcleo de humor da emissora – função da qual já foi afastado em agosto deste ano após demissão -, e também a reação do departamento de empresa responsável pela investigação.

Dani Calabresa foi a primeira atriz a relatar, dentro da Globo, a situação e insistir que as medidas cabíveis fossem tomadas. Além dela, outras seis vítimas de assédio moral, das quais três também sofreram assédio sexual, deram depoimentos à publicação.

De acordo com a reportagem, o primeiro assédio de Melhem à Dani aconteceu em 2017, em uma festa da equipe do Zorra Total. Segundo a publicação descreve, ele tentou beijá-la à força, lambeu seu rosto e deixou à mostra seu órgão genital. 

O ex-diretor pediu R$ 200 mil de indenização por danos morais em processo que move contra a humorista. Além de negar as acusações, Melhem as classificou como “vingança”.

Últimas notícias