Anitta será intimada por edital em ação de fã “humilhada” em documentário da Netflix

Família de Maria Ilza de Azevedo Silva pede indenização por danos morais e materiais da cantora, após aparecer em Made In Honório

atualizado 09/10/2021 15:45

Anitta Made in HonorioNetflix/Divulgação

A cantora Anitta será intimida por edital após o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) não encontrar a cantora. O processo em questão foi movido por uma fã da artistas, que se sentiu ridicularizada no documentário Anitta: Made in Honório, lançado exclusivamente pela Netflix.

A idosa Maria Ilza de Azevedo Silva pede indenização por danos morais e materiais da cantora, após aparecer em um dos episódios da série. A informação da intimação foi divulgada pela coluna Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

0

A família de Maria Ilza de Azevedo Silva, de 72 anos, pede que o episódio cinco, no qual a idosa aparece na série, seja retirado do ar. Eles alegam que a Ilza “ficou constrangida” por ter sido retratada como invasora.

Em entrevista para o RJTV, da Globo, em janeiro deste ano, Maria Conceição, filha de dona Ilza, e Gabriela Pinheiro, neta da reclamante, alegaram que a matriarca da família não assinou liberação para sua imagem ser utilizada na produção.

O processo é movido contra Anitta, a Netflix e a Conspiração Filmes, produtora do documentário.

Últimas notícias