Silva sobre show no A Praça: “Vai ser bloco pra acompanhar Veveta”

O cantor traz seu projeto carnavalesco para apresentação ao lado de Ivete Sangalo neste sábado (25//05/2019)

Vinícius Santa Rosa/MetrópolesVinícius Santa Rosa/Metrópoles

atualizado 23/05/2019 18:37

Neste sábado (25/05/2019), o Parque da Cidade vai virar um templo do axé. O projeto A Praça traz dois nomes híbridos do gênero: Ivete Sangalo e Silva. Enquanto Veveta começou no ritmo baiano e trilhou caminhos no pop e na MPB, o cantor capixaba mergulhou nas releituras de Banda Eva e Daniela Mercury em seu recente bloco de Carnaval.

Ivete Sangalo traz para a capital seus grandes sucessos, um repertório que passa pelos 26 anos de carreira. O show também contempla as faixas do projeto Live Experience, lançado neste ano. Algo é certo, a Rainha da Axé mostrará seu estilo agitado e empolgante para o público.

Pensando nisso, Silva trabalhou bem o setlist: o cantor apresentará o Bloco do Silva, projeto carnavalesco do artista com releituras dos axés famosos dos anos 1990. “Preciso chegar um pouquinho mais perto da porrada que é a Veveta”, diz o cantor em entrevista ao Metrópoles.

Giovana Bembom/Metrópoles
Ivete é atração no A Praça

 

O Bloco do Silva foi, certamente, uma das novidades mais interessantes do Carnaval 2019. O artista, conhecido por resgatar sucessos nacionais – como nas excelentes regravações de Marisa Monte –, propõe suas releituras do axé. Tudo, é claro, com um toque pessoal e contemporâneo.

“Não tentar emular um som que não era da minha época, por isso, acho a releitura mais inteligente. Não vou fazer o som da Banda Eva, mas vou pegar aquela energia e adaptar ao agora”, explica Silva.

A ligação do capixaba com o axé vem da infância e da adolescência vividas nas praias do Espírito Santo. “Lá, na areia, a gente foi aprendendo todas essas músicas do Araketu, da Daniela [Mercury], da Banda Eva. Vitória [ES] foi muito influenciada pela cultura baiana”, relembra.

Brasília
O show deste sábado (25/05/2019) será a terceira vez de Silva em Brasília neste ano. De fato, parece haver uma conexão entre a capital e o artista. Até mesmo no projeto do bloco, a cidade exerceu forte influência.

“Fui fazer um show no Na Praia e sabia que precisava dar uma agitada, afinal, era um público diferente do meu. Aí, passei a cantar uns axés que eu adora. A resposta foi imediata. A ideia do bloco surgiu naquele dia”, revela Silva. “Quis abraçar essa coisa do axé. Faz anos que não ouvia essas batidas”, conclui.

A Praça
A Praça das Fontes no Parque da Cidade passa por uma grande reformulação para receber o evento. O local ganhará inspiração na composição de elementos e cores do bairro de Caminito, de Buenos Aires, na Argentina.

“A idealização do espaço teve como ponto de partida a abstração do conceito de praça como sendo um espaço público de encontro e convivência. A partir disso, buscamos referências que estivessem alinhadas à nova identidade visual do evento”, esclarece Marcella Teixeira, do MAAI Arquitetos Associados.

A Praça
Neste sábado (25/05/2019), na Praça das Fontes do Parque da Cidade, a partir das 16h. Ingressos (3º lote) saem por R$ 101 (A Praça) e R$ 191 (camarote). Valores de meia-entrada. Classificação indicativa 16 anos

Últimas notícias