*
 

Cardi B é a nova queridinha do rap mundial. A ex-stripper, autora da canção Bodak Yellow, lançou o disco Invasion of Privacy. As 13 faixas discutem o relacionamento dela com o cantor Offset, sua evolução profissional, fama e dinheiro. Entre os convidados especiais, estão SZA e Chance the Rapper.

O álbum traz canções já lançadas, como Bartier Cardi, Be Careful e Bodak Yellow. O primeiro CD da artista é uma coletânea de todos seus melhores trabalhos.

Confira seis motivos para curtir Invasion of Privacy:

Get Up 10
A primeira razão se dá pela canção de abertura do disco. Na faixa, Cardi B é tão agressiva, ardente e crua quanto o esperado. As letras esclarecem muito sobre a vida dela antes da fama, quando atuava como stripper: “Eu dançava em uma clube do lado oposto da escola”, conta.

Além disso, ela se apresenta como alguém confiante e orgulhosa de sua carreira, especialmente por ter conseguido evoluir como artista em apenas um ano.

As colaborações com outros artistas
No álbum, além das canções solo de Cardi B, ela também convidou Migos, Chance the Rapper, Bad Bunny, J Balvin, Kehlani, 21 Savage, YG e SZA para participarem do álbum. Os destaques entre todas as colaborações são I Like It, com Bad Bunny e J Balvin, e I Do, com SZA.

Raízes latinas
Na faixa I Like It, Cardi B utiliza samples de I Like It Like That (1967), de Pete Rodriguez. Como a rapper tem origens dominicanas, ela decidiu mesclar trap e ritmos latinos, trazendo uma sonoridade nova e criativa.

SZA canta rap
Na última faixa do álbum, I Do, SZA e Cardi B fecham com chave de ouro. Na canção, elas fazem uma homenagem a si mesmas, tirando sarro daqueles que não acreditavam no talento das artistas. A música começa e SZA já entra fazendo uma rara aparição cantando rap.

Ao longo de pouco mais de três minutos, Cardi destaca que “[é] provocativa, essa é [sua] prerrogativa”. E completa com uma tirada: “Meus pequenos 15 minutos [de fama] estão durando pra caralho, né?”.

Cardi canta
Na penúltima música, Thru Your Phone, Cardi mostra que consegue trafegar em outros estilos musicais. Ela faz referência à Beyoncé e à canção Resentment.

No Twitter, Cardi confirmou ser a cantora por trás de Thru Your Phone: “Aquela era eu em Thru Your Phone, espero que gostem… Espero que estejam gostando do álbum”.

Empoderamento
Ao longo das músicas, ela critica o padrão duplo de ser uma mulher traída por um homem que insiste em mudar, como em Be Careful. A artista também faz uma celebração de si e de sua cultura em Bickenhead, faixa inspirada no clássico Chickenhead, de Project Pat. Além disso, na mesma canção ela apresenta uma longa lista de como e onde transar!

Escute o álbum: