Safadão detalha novo DVD e esclarece vida pessoal: “Página virada”

O cantor conversou com o Metrópoles sobre os novos projetos na TV e na música, redes sociais e rotina fora dos palcos

Ederson Lima/DivulgaçãoEderson Lima/Divulgação

atualizado 15/05/2019 17:52

São Paulo (SP)* – O cantor Wesley Safadão adiantou detalhes sobre a gravação de seu novo DVD em coletiva de imprensa realizada na capital paulista, nesta terça-feira (14/05/2019). As imagens serão captadas no dia 24 de agosto, durante show no Garota VIP, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, e já conta com as participações confirmadas da dupla Zé Neto & Cristiano e Dennis DJ. “O legado que a gente pode deixar são essas gravações e momentos tão especiais, que quando olhamos para trás nos fazem sentir muito orgulho”, afirma o forrozeiro.

Com o novo álbum, Safadão pretende bater o recorde de 2018, quando levou mais de 70 mil pessoas ao Parque dos Atletas (antiga Cidade do Rock), também no Rio de Janeiro. “Depois do grande sucesso da última edição, decidimos que esse seria o local ideal para gravar o DVD. Será um show completo e que vai até de manhã”, explica o cantor. As vendas on-line para 2019 começam no dia 23 de maio.


Repertório do show
No setlist, Safadão promete muitas novidades. “Serão entre sete e dez músicas inéditas”, garante. Entre elas, o destaque vai para Desencana, uma mistura de pop e funk em parceria com MC Kekel na qual o artista mostra a veia plural da sua carreira. “Eu sempre vou levantar a bandeira do forró, pois é a minha essência, mas a música nos dá a possibilidade de sair da nossa zona de conforto e cantar o que nos faz bem”, ressalta.

De acordo com o cantor, “compositores amigos” de todo o país já estão trabalhando em hits novos para o DVD. “Começamos as audições e selecionamos algumas. Eu recebo muita coisa, passo o dia ouvindo artistas novos, estudando o mercado…”, conta. Para Safadão, a escolha do repertório é sagrada e vai muito além de seus gostos pessoais. “Faço música para agradar meu público, para que as pessoas se identifiquem. Se os fãs gostam, eu vou cantar. Eu até brinco que, normalmente, as canções que eu gosto de ouvir não são as que canto”.

Questionado sobre o que escuta nas horas vagas, o cantor revelou sua predileção pelo gospel. “Eu escuto, principalmente, muito louvor. Fico uns 20 minutos quando acordo agradecendo a Deus e lembrando de tudo que ele me proporcionou”. Mas nem só de Aline Barros vive a playlist no Spotify do Wesley Safadão.

“Quando estou na fazenda, ouço muito forró antigo e também fico de olho em quem está fazendo sucesso. Quando uma música estoura, eu corro para ouvir. Independente do estilo, se um artista conseguiu emplacar um sucesso é porque mereceu, porque fez algo de bom”, completa, sobre sua formação eclética.

Sucessos repaginados
O cantor vai completar as mais de três horas de apresentação com canções que marcaram a sua trajetória, como Ar Condicionado no 15, Camarote, Só Pra Castigar e a mais recente, Igual Ela Só Uma. “Como de costume, vou subir no palco às 3h da madrugada e amanhecer o dia com os fãs, vamos até depois das 6h”, determina.

Além disso, o DVD vai comportar o repertório que irá compor o projeto #TBT, focado em composições do início da carreira do Safadão. Será gravado no próximo domingo (19/05/2019), em Fortaleza. “Algumas músicas são muito conhecidas pelas pessoas do Norte e Nordeste, mas que foram pouco trabalhadas em outras regiões. Quero justamente apresentar essas canções para quem não as conhece. Elas merecem”, acredita.

 

Desentendimentos superados
Com mais de 22 milhões de seguidores no Instagram, Wesley Safadão diz aprender todos os dias a lidar com os haters. “Acho que todos nós somos assim, podemos receber 10 mensagens positivas, mas aquela 1 negativa é a que vai nos incomodar.  Eu estaria mentindo se disse que minha equipe me blinda e que eu nem vejo. Na verdade eu tenho tento não ligar, é um processo que vamos melhorando a cada dia”, confessa.

Wesley Safadão relembrou o ano conturbado de 2018, em que questões da sua vida pessoal ficaram mais em foco que a vida profissional. “É uma página virada na minha vida. Não só eu, mas muitas pessoas não aguentam mais falar sobre isso. Gosto de frisar que eu não tenho nada contra ninguém. Busco não guardar mágoas, o mais importante é Deus e ele sabe do meu coração”, salienta.

Segundo o artista, o exercício de extrair o melhor de todas as fases da vida é diário. “De todas as situações ruins da minha vida, pessoal ou profissional, eu busco tirar algo de positivo. Senão seria em vão”, afirma, e conclui. “O importante é a gente tentar ser uma pessoa melhor a cada dia, que mensagem a gente quer passar e fazer tudo com o amor”.

*A repórter viajou a convite da produção do artista

Últimas notícias