Rec Na Voz: projeto audiovisual ajuda artistas independentes de Brasília

Iniciativa pretende auxiliar músicos da capital com divulgação nas redes sociais; projeto estreia nos palcos em breve

atualizado 08/10/2021 20:17

Divulgação

Diante da pandemia de Covid-19, o mercado da música ficou praticamente restrito à internet; e as redes sociais se tornaram ferramentas ainda mais essenciais para artistas divulgarem seus trabalhos. E não seria diferente com músicos independentes que estão trilhando os primeiros passos ou que ainda não atingiram o sucesso e visam a web para bombar.

Foi com o intuito de ajudar esses músicos que nasceu o Rec Na Voz, projeto que pretende auxiliar músicos independentes de Brasília a se destacarem na cena da capital através do audiovisual. “Eu sempre gostei muito de música e de clipes, mas nunca consegui tocar nenhum instrumento. Brinco que o projeto nasceu de uma frustração minha com a música e, já que eu não consigo, quero ajudar quem tem esse dom”, conta João Dolab, idealizador do Rec na Voz.

Criado no início deste ano, a inciativa visa ajudar artistas independentes da capital com produção de materiais audiovisuais, como sessão de fotos e gravações de clipes. A ideia é produzir material para que os músicos consigam divulgar seus trabalhos nas redes sociais e, assim, conseguir espaço na cena cultural.

0

“O projeto foi inspirado no Colors, um perfil gringo do Instagram que faz algo parecido com o Rec, mas só com artistas estourados. Eu quis fazer isso com a galera de Brasília, que tá começando e que precisa de um empurrãozinho ou que não tem condições financeiras para bancar um projeto de audiovisual”, explica.

Fotógrafo e filmmaker, Dolab deu os primeiros passos em janeiro, na tentativa de ajudar um amigo cantor a conseguir novos trabalhos. Desde então, 15 edições já foram publicadas no perfil do Instagram e no canal do YouTube do projeto. Entre os artistas que já participaram da iniciativa está Mamis, cantor brasiliense que foi selecionado, entre 283 inscrições, ao Top 10 do Brasília Independente, concurso musical da TV Globo.

“O Mamis é um amigo pessoal e ele já tinha participado do Rec Na Voz, mas tinha o sonho de gravar um clipe de uma música que fez em homenagem ao pai dele, que morreu de Covid, e me pediu ajuda com isso. Eu fiz toda a produção e gravação do clipe e uns três meses depois, ele me contou que mandou o vídeo para o concurso e que havia sido selecionado […] Fiquei muito feliz, porque nasceu do Rec. Talvez se não fosse o projeto, ele não estaria lá”, comemora.

Após uma breve pausa, a iniciativa estará de volta ainda neste mês. Para participar, basta entrar em contato com pelo direct com o perfil do Rec Na Voz no Instagram.

Parceria com o Muv

Além do retorno as gravações, o Rec Na Voz também dá início a uma nova fase do projeto. Com estreia prevista para as próximas semanas, o Rec passará a fazer parte da agenda do Muv na Laje, novo espaço do Muv Gastrostore localizado no Clube Motonáutica, no Setor de Clubes Esportivos Norte (SCEN), próximo a Vila Planalto.

“A ideia é que os artistas possam mostrar o trabalho deles e conseguir se divulgar. Além disso, vamos produzir um clipe da música que eles escolherem, e um projeto que chamamos de Ingresso Solidário. Com o couvert fixo do bar, tivemos a ideia de fazer algo onde o público possa doar o quanto quiser para o artista e o valor ser todo revertido para ele”, explica João.

De início, o Rec Na Voz no Muv irá levar três artistas, que já participaram da versão virtual do projeto, para se apresentar com um pocket show no local a cada 15 dias. A programação será divulgada em breve.

Últimas notícias