Imprensa internacional diz que João Gilberto é o pai da bossa nova

A morte do cantor brasileiro virou notícia em veículos dos Estados Unidos e da Europa

Dario Zalis/Contexto/Getty ImagesDario Zalis/Contexto/Getty Images

atualizado 06/07/2019 19:43

A imprensa internacional repercutiu a morte de João Gilberto, aos 88 anos, neste sábado (06/07/2019). Em veículos dos Estados Unidos e da Europa, o ícone da MPB foi apontado como o pai da bossa nova e um “revolucionário musical”.

O italiano Corriere Della Sera escreveu que João Gilberto era o responsável por “uma revolução no modo de cantar e de tocar violão que mudou tudo na música brasileira”.

Reprodução

O francês Le Monde chamou o músico de “inventor da bossa nova”. “O genial intérprete raramente compôs, a não ser por alguns músicas feitas com onomatopeias, como Bim Bom, mas ele se apropriou de tudo que se passava, vestindo as músicas com sua batida rítmica particular e seus sussurros sensuais”, disse o veículo.

O britânico The Guardian destacou a carreira do artista, que atraiu nomes do jazz e ganhou um Grammy.

A morte de João Gilberto também foi destaque no Washington Post.

Últimas notícias