Camila Cabello pede desculpas por ter feito comentários racistas

"Quando era jovem, me utilizei de uma linguagem da qual estou profundamente envergonhada", escreveu cantora em seu Instagram

Jon Kopaloff/WireImage

atualizado 19/12/2019 11:25

A cantora Camila Cabello, ex-integrante do grupo Fifth Harmony, publicou um pedido de desculpas nesta quarta-feira, 18, por ter usado expressões racistas em postagens feitas em redes sociais há alguns anos.

A retratação foi feita por conta de diversos prints atribuídos a perfis de Camila Cabello no passado, em que a cantora usa a palavra em inglês “nigga”, termo usado nos Estados Unidos para fazer referência racista a pessoas negras.

A cubana, conhecida pela música Havana, pediu desculpas e afirmou em um story postado em seu Instagram que seus erros “não representam” a pessoa que é ou já foi, que “nunca machucaria alguém intencionalmente” e se “arrepende do fundo do coração”.

Confira abaixo a íntegra do pedido de desculpas por conta de comentários racistas publicado por Camila Cabello:

“Quando eu era jovem, me utilizei de uma linguagem da qual estou profundamente envergonhada e me arrependerei para sempre. Eu fui ignorante e não tive instrução, e, uma vez que tomei conhecimento da história e do peso sobre o verdadeiro significado por trás desta horrível e danosa linguagem, eu fiquei profundamente envergonhada que já a tenha usado.

Eu já pedi desculpas e peço desculpas novamente agora. Eu nunca machucaria alguém intencionalmente e eu me arrependo do fundo do meu coração.

Por mais que eu gostaria que pudesse, não posso voltar no tempo e mudar as coisas que disse no passado. Mas, uma vez que você sabe mais, você faz melhor e isso é tudo que posso fazer.

Tenho 22 anos agora, sou uma adulta e cresci e aprendi e sou consciente da história e da dor que [a palavra] carrega de uma maneira que não era antes.

Esses erros não representam a pessoa que eu sou ou a pessoa que eu sempre fui. Eu apenas apoio, e sempre apoiei, pelo amor e inclusão, e o meu coração nunca, mesmo no passado, teve qualquer vestígio de ódio ou divisão.

A verdade é que eu era vergonhosamente ignorante e sem consciência. Eu usei minha plataforma para falar sobre injustiça e desigualdade e continuarei fazendo isso.

Não posso dizer o quanto eu peço profundas desculpas e o quão profundamente envergonhada eu me sinto, e me desculpo novamente, do fundo do meu coração”.

Últimas notícias