Artistas detonam escalação de Gilsons e Bala Desejo para show de Erykah Badu

Gilsons e Bala Desejo foram selecionadas para abrir o shows da cantora norte-americana Erykah Badu em São Paulo, em janeiro de 2023

atualizado 24/11/2022 12:35

Erykah Badu Reprodução

A escalação de Gilsons, Céu e da banda Bala Desejo para a abertura do show de Erykah Badu, em São Paulo, em janeiro de 2023, no Nômade Apresenta, gerou polêmica nas redes sociais. Artistas negros argumentaram que apesar de Gilsons contar com integrantes pretos, a estética do trabalho do grupo, e dos demais artistas escolhidos, não dialoga com a música da diva norte-americana.

“Vacilação e esculacho não ter uma Tássia Reis, uma Luedji Luna, uma Larissa Luz, uma Majur ,uma discopedia na abertura da Erykah Badu”, lamentou MC Taya no Twitter.

Além dela, o cantor Zudizilla também criticou a escolha. “Cara, não tem como entender. Show da Erikah Badu com abertura de Gilsons e Bala Desejo? É sério isso?”, detonou.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

A cantora Xênia França também publicou um texto sobre o assunto. “Totalmente desconectado do momento presente, dado que essa artista é uma instituição da cultura preta mundial e todo mundo sabe que ela dialoga com diversos artistas da música preta brasileira atual”.

Xênia França ressaltou que não tem nada contra as duas bandas, mas pontou que a artista ficaria feliz com um lineup mais representativo.

“Quando vejo uma coisa dessa tenho vontade rir porque chega ser ridículo (burrice) ignorar o que há de mais interessante e original em termos de linguagem contemporânea preta e tenho certeza que Badu ficaria feliz e orgulhosa de dividir uma noite com os nomes que tenho aqui na manga e vocês sabem quem são”, diz Xênia.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Xenia França🌌 (@xeniafranca)

 

Mais lidas
Últimas notícias