Larissa Manoela lamenta morte de Arnaldo Saccomani: “Te carrego no peito”

O produtor musical, que morreu de insuficiência renal nesta quinta-feira, foi responsável por lançar a carreira musical da atriz e cantora

atualizado 27/08/2020 14:55

Larissa Manoela e Arnaldo SaccomaniReprodução/ Instagram

Larissa Manoela, um dos principais pupilos de Arnaldo Saccomani, morto na madrugada desta quinta-feira (27/8) de insuficiência renal, lamentou a morte do produtor musical. Ele foi responsável por lançar a cantora no mundo da música.

“Descanse em paz, meu querido. Te carrego no peito, eterna gratidão”, escreveu Larissa Manoela em seu Instagram, acompanhado de uma foto com Arnaldo Saccomani.

Na imagem compartilhada por Larissa, que também é atriz, ela surge ainda criança beijando o rosto do produtor em uma foto antiga. Na época da foto, ela estrelava a novela infantil Carrossel (2012).

“Hoje o dia acordou triste, meu querido produtor musical fez a passagem dele! Mas o meu sentimento é de total gratidão a ele que foi a pessoa que me deu a oportunidade de gravar a minha primeira música e meu primeiro CD. Arnaldo Saccomani confiou em mim e entregou a música Beijo Beijinho Beijão para eu interpretar na trilha sonora de Carrossel”, continuou Larissa Manoela.

“Desde lá surgiu uma união, cumplicidade e respeito de intérprete e produtor musical. Meu eterno carinho e admiração pela pessoa e profissional que ele foi! Meus sentimentos à toda família que carrego como minha também. Descanse em paz, meu querido, te carrego no peito, eterna gratidão”, finalizou.

Segundo informações repassadas pela família, Saccomani estava em seu sítio em Indaiatuba, no interior de São Paulo. O produto musical deixa mulher e duas filhas. Saccomani sofria de insuficiência renal e diabetes e começou a fazer hemodiálise em julho do ano passado. O produtor musical, que produziu álbuns de artistas renomados como Tim Maia, Rita Lee, participou como jurado dos programas televisivos Ídolos e Qual É o Seu Talento.

Outros famosos lamentaram a morte do produtor. Veja:

0

Últimas notícias