JS O Mão de Ouro: o artista que popularizou o bregafunk no Brasil

Tudo Ok e Hit Contagiante, as duas músicas mais tocadas durante o Carnaval 2020, tem a assinatura do pernambucano

atualizado 06/03/2020 19:35

Produtor JS Mão de OuroFelipe Max/Kondzilla

Impossível morar no Brasil e não ter ouvido, ao menos uma vez, o hit Tudo Ok. A canção, lançada no final do ano passado por Thiaguinho MT em parceria com Mila e JS O Mão de Ouro, tomou conta das rádios do país e  viralizou na internet com diversas paródias. Em fevereiro, o clipe com assinatura da Kondzilla já havia ultrapassado os 110 milhões de visualizações no YouTube, e garantido o título de música mais reproduzida da plataforma durante o Carnaval 2020.

Responsável por criar as batidas empolgantes de Tudo Ok, aos 23 anos JS coleciona sucessos. Hit Contagiante, a versão bregafunk de Evoluiu, de Kevin O Chris, que aparece em segundo lugar no ranking do YouTube, também foi produzida pelas mãos de ouro da produtor – um dos integrantes Los Pantchos.

Considerado o novo messias dos beats da música pop brasileira, o produtor também assina outros TOPs das paradas como Surtada, de Dadá Boladão, Tati Zaqui e OIK, com mais de 174 milhões de views, e Sentadão, de Pedro Sampaio e Felipe Original, superando 128 milhões de acessos.

Da periferia de Recife para o sucesso nacional

Apesar de ter conquistado tantas vitórias em 2019, a trajetória de Jhonatan Ramos dos Santos até o sucesso foi longa e repleta de desafios. Nascido e criado no bairro do Jardim Paulista Baixo, em Recife, cresceu influenciado pelo gosto musical do pai que ouvia de tudo um pouco. Órfão de mãe, desde criança brincava de produzir ritmos com a única irmã e alguns amigos. “Batia as panelas da minha avó, gravava latidos de cachorros e juntava as batidas com as vozes das pessoas”, lembra.

Autodidata, JS é exemplo de como a juventude periférica tem usado as facilidades tecnológicas para buscar seu espaço na indústria fonográfica. Através de tutoriais na internet, com um celular na mão e os aplicativos corretos, o produtor aprendeu o ofício que mudou sua vida. “Assistia aos vídeos no YouTube, baixava os programas e gravava o que tinha na frente para usar na mixagem”, explica.

Inspirado pelo bregafunk, ritmo que domina as festas jovens da capital pernambucana, JS decidiu criar uma versão para Evoluiu, do funkeiro carioca Kevin O Chris. A boa repercussão de Hit Contagiante abriu as portas da produtora paulista Los Pantchos para o pernambucano. “Alguém lá de dentro ouviu a música, gostou e me convidou para mudar para São Paulo e assinar contrato com eles”, conta. A aposta bem-sucedida resultou no apelido “Mão de Ouro”.

JS o Mão de Ouro do bregafunk
A atual estrutura para produção de hits, nem de longe lembra os equipamentos improvisados do início da carreira em Recife
Bregafunk é resistência

Mesmo sendo responsável por popularizar o bregafunk de Norte a Sul do país, JS O Mão de Ouro faz questão de dar crédito aos verdadeiros criadores do estilo. “Essa mistura já era um estilo que muitos MCs de Recife faziam para conseguir viver de música, eu só adaptei e modernizei”, ressalta.

O artista acredita que o brega e o funk são estilos populares, que sofrem preconceito e decidiriam se unir. “Este gênero surgiu depois que os bailes de Recife foram proibidos. Para não perderem seus únicos meios de vida, alguns MCs driblaram a proibição misturando os estilos. Uma tentativa de terem abertura no mercado. O bregafunk veio de uma resistência”, salienta.

0
Projetos futuros

JS O Mão de Ouro revela que teve a vida transformada depois do sucesso de Tudo Ok. “O trabalho aumentou muito, surgiram mais parcerias”, desabafa o artista que está com a agenda lotada de shows e de convites para novas produções musicais. Um dos mais inesperados e importantes, segundo o produtor, veio da gravadora Warner Music para fazer a versão bregafunk de Dance Monkey, de Tones And I.

Para os próximos meses, JS promete lançar novas parcerias com Thiaguinho MT. Além de nomes como Dj Guuga, a cantora Tati Zaqui e MC Wm. “Estou muito feliz por ter ganhado esse reconhecimento. Ver meu trabalho, criado com muito amor e carinho, explodindo dessa forma, não tem explicação”, conclui JS O Mão de Ouro.

Últimas notícias