Influencers viralizam na web com vídeos curtos e dia a dia na roça

Ruiva da Roça, Gabi Macoff e Gustavo Tubarão contam com milhões de seguidores e interações nas redes sociais

atualizado 06/05/2022 18:44

Para as pessoas que estão acostumadas com a correria da cidade, ver uma pessoa compartilhar a calmaria e a vida no interior é uma novidade que tem chamado a atenção dos internautas. Diversos influencers bombam na web com vídeos divertidos sobre a rotina na roça. Foi assim que Ruiva da Roça, Gustavo Tubarão e Gabi Macoff conquistaram milhões de seguidores nas redes sociais.

Em entrevista ao Metrópoles, os novos famosos da internet  revelaram os desafios e conflitos internos que precisaram superar para estar entre os grandes influenciadores do país. “Quando eu comecei a gravar meus vídeos, tentava forçar sotaque paulista e tinha vergonha do meu jeito. Fingia ter um estilo de vida que não tinha, e nunca dava resultado”, explicou Gustavo Tubarão, hoje com mais de 5,8 milhões de seguidores.

Maria Castro, mais conhecida como a Ruiva da Roça, confessa que também teve receio de mostrar o lugar onde foi criada. O medo inicial se transformou em surpresa, ao perceber o apelo de seus conteúdos e o interesse dos atuais 800 mil seguidores.

Para Gabi Macoff, de apenas 15 anos, a motivação foi diferente. “Eu estava em casa, sem fazer nada com essa pandemia, e o Tik Tok era o aplicativo do momento. Eu tinha vergonha de postar no Instagram, e postei lá. Ninguém me conhecia, eu tinha 0 seguidores”, pontuou a jovem que ultrapassa os 2 milhões de fãs na plataforma.

Com o sucesso, os produtores de conteúdo venceram o medo e a vergonha e já ganham o suficiente para ajudar sua família e crescer profissionalmente.

0
Gustavo Tubarão

Nascido no sul de Minas Gerais, na cidade de Cana Verde, Gustavo Tubarão explica que o reconhecimento só veio quando ele passou a mostrar a realidade de sua vida de forma sincera. “Comecei a ser eu mesmo, falar do jeito que falo… Isso me fez perceber que não fazia sentido tentar parecer uma coisa que não sou. A partir dessa percepção, mostrei mais a roça, os animais, o meu dia a dia de verdade, e acabou que isso que me trouxe até onde estou hoje”, considera.

A mudança de mentalidade e a repercussão dos vídeos fizeram com que o jovem conquistasse a independência financeira fazendo o que mais ama. “É a realização de um sonho mesmo. Sempre foi o que eu quis fazer e hoje eu posso dizer que consegui. Consigo passar para o meu público o humor e as mensagens que eu quero passar, e sou muito grato por isso tudo, e muito grato, principalmente, ao carinho dos fãs que tornam isso possível”, completa.

Apesar de bombar com vídeos curtos, a primeira inspiração para o jovem não foi o Tik Tok. “Foram os canais do YouTube, que tinham vídeos maiores, de uns 10 minutos cada. Mas eu comecei a ter resultado mesmo quando comecei a fazer esses vídeos mais curtos, e é o que o público tem gostado mais de consumir também, e eu amo demais fazer”.

Para 2022, Gustavo planeja continuar fazendo sucesso. “Espero continuar com essa agenda cheia, gravar conteúdo, viajar, fazer ‘publis’, porque por mais cansativo que seja é o que eu sempre sonhei e o que eu amo demais fazer. Espero levar cada vez mais humor para quem me acompanha, falar sobre saúde mental, que eu acho importante demais e atingir cada vez mais gente com o conteúdo que eu faço”, adianta.

Ruiva da Roça

Maria Castro conta com mais de 800 mil seguidores. Apaixonada pela roça, a ruiva contou que começou de maneira despretensiosa. “Um dia eu estava passando no pé de uma lobeira e pensei em mostrar, porque eu sempre achei muito legal. Eu gravei e deu muitas visualizações. ‘Nossa, o pessoal gosta dessas coisas simples e eu comecei a gravar. Gravei o pé de Juá, as vacas, fiz um vídeo tirando leite e estourou”.

A produtora de conteúdo não escondeu a sua ansiedade com os números. “No começo, eu nem dormia. Ficava atualizando para ver as visualizações subindo e eu ficava gritando, sem acreditar mesmo. Foi uma grande oportunidade para mim”, pontuou, acrescentando que “até hoje não acredita” no sucesso.

Muito mais do que oportunidades e o trabalho na internet, a Ruiva da Roça passou por cima de seus medos. “Quanto mais eu mostrava o meu curral, o meu rancho, eu recebia comentários como ‘nossa, que linda essa simplicidade’, ‘quero visitar você’ e falando que eu era bonita. Me senti muito abraçada pelos meus seguidores. Eu não imaginava trabalhar com a internet. Quando eu ouço alguém falar do Kwai, eu sinto muita vontade abraçar. Se fosse uma pessoa, eu ia voar de abraço, porque me deu muitas oportunidades de trabalho”, comemora.

“Eu tinha muitas inseguranças por conta de todo o bullying que eu sofri por ser da roça, por ser ruiva, ter sardas. Essas duas coisas que eu pensava ser algo negativo, eu vi o pessoal abraçando de uma forma muito legal. Isso é tudo muito gostoso, eu me sinto útil no mundo de entregar um conteúdo que deixa o coração das pessoas quentinho”, revelou.

Maria, que sempre sonhou ser atriz, mudou de planos após o casamento. “Hoje eu me sinto uma pessoa diferente. Me casei com o Fábio, que também é apaixonado pela vida na roça e eu comecei a ver essa vida como ele. Eu estou sendo atriz da minha forma, nos vídeos que eu crio. Não é mais a minha prioridade”.

Gabi Macof

Com apenas 15 anos, Gabriela Macof mas já conta com 2 milhões de seguidores. A influenciadora começou a gravar os seus vídeos na pandemia e aproveitou o boom do Tik Tok. “Eu sempre gostei da roça, meu pai é agricultor, nasci e fui criada e eu amo a roça. Sempre criei bode e burro rejeitado pela mãe, sempre coloquei nome neles. Eu estava em casa e eu tinha uma rotina com eles. Eu estava sem fazer nada, peguei o meu celular e comecei a gravar. Foi algo bem espontâneo”, explicou.

Desde que começou a postar seus vídeos, Gabi viu seus seguidores crescerem e tomou um susto quando estourou. “Eu fui na inocência porque eu gosto de gravar, de me comunicar com as pessoas e mostrar minha simplicidade, de mostrar que a vida no campo é incrível e que todas as pessoas merecem conhecer”, contou.

“Eu sempre digo que é muita fé em Deus, porque eu não imaginava não. Eu gostava, mas eu nem sabia que tinha como monetizar, que isso me ajudaria de alguma forma, e a minha família”

Para 2022, Gabi pretende continuar gravando vídeos, mas tem planos ainda mais altos para seu futuro. “Como eu sempre cresci em cidadezinha do interior, eu tinha receio de falar o que eu queria seguir. O que eu sempre sonhei em fazer foi gravar vídeo, trabalhar com comunicação e eu também gosto muito de atuar. Vamos ver o que vai acontecer daqui para frente. Pretendo fazer um curso de teatro e ingressar um pouco nesse meio artístico”, conclui.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos 

Mais lidas
Últimas notícias