Filha de Tadeu Schmidt se identifica como queer e aborda tema LGBTQIA+

Valentina Schmidt utiliza as redes para falar de feminismo e sobre a comunidade LGBTQIA+. Jovem também divulga seu trabalho como artista

atualizado 12/01/2022 14:15

Reprodução

Rio de Janeiro – A filha do apresentador Tadeu Schmidt, Valentina, de 19 anos, utiliza as redes sociais para – dentre outros assuntos, como seus trabalhos como artista – falar sobre feminismo e a comunidade LGBTQIA+. A jovem se identifica como queer.

Valentina Schmidt, que tem mais de 11 mil seguidores, divulgou, em junho de 2021, que se identifica como uma pessoa queer – quem não corresponde à heteronormatividade, seja pela sua orientação sexual, identidade de gênero, atração emocional ou pela sua expressão de gênero.

Na publicação, Valentina Schmidt comentou que viveu anos em dúvida até se descobrir queer:

“Por anos, tive muita dificuldade em me aceitar e me amar, e isso bloqueava de certa forma meu amor por outras pessoas”, escreveu. “Então, depois de anos em dúvida, cheguei numa conclusão da qual me orgulho e finalmente me sinto confortável: sou queer, ou seja, no meu caso, minha orientação sexual e atração emocional não correspondem à heteronormatividade. Eu me amo e amo todes vocês. Essa sou eu. Simples assim”.

Na época, Tadeu Schmidt e a esposa, Ana Cristina, demonstraram apoio à filha. “Seja o que você quiser sempre! Essa menina linda e corajosa! Seja você”, disse a mãe junto com vários emojis de corações coloridos.

Escritora e atriz

Valentina Schmidt também é escritora e já participou de musicais. Em seu canal no Youtube, a jovem reúne vídeos de cantoria, com covers de outros artistas e músicas de teatro e filmes.

A jovem queer também compartilha vídeos sobre o cenário cinematográfico.

Mais lidas
Últimas notícias