*
 

A mostra multimídia “Dragão Floresta Abundante”, do artista Christus Nóbrega, inicia no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) nesta terça (7/11). Até 14 de janeiro de 2018, os visitantes terão contato com obras que propõem uma multiplicidade de olhares sobre a China a partir de elementos culturais, linguísticos e artísticos.

Professor adjunto do Departamento de Visuais da Universidade de Brasília (UnB), Nóbrega participou de um programa de residência artística do Ministério da Relações Exteriores, em parceria com a Central Academy of Fine Arts (Cafa), no último trimestre de 2015.

 

A experiência de três meses no país, aprendendo mandarim e visitando lugares históricos, resultou nas oito séries apresentadas em “Dragão Floresta Abundante”. As obras trafegam entre registros de performances, fotografia e peças multimídia que articulam tecnologia GPS, recorte a laser e algoritmos.

“Passeio Controlado”, por exemplo, permite que o público interaja com a obra por meio de uma Fábrica de Pipas. À maneira de um trabalho real, os visitantes terão que assinar uma espécie de contrato de trabalho e cadastrar digital para participar da artesania de pipas.

“Fábrica de Nuvens”, outra obra da exposição, reflete sobre a severa poluição do ar que atinge a China diariamente e afeta a respiração das pessoas – incluindo o visitante Nóbrega, claro. O ponto de partida é a foto de uma chaminé industrial que o artista avistava da janela do quarto onde se fixou durante o período de residência artística.

“Dragão Floresta Abundante”
De terça (7/11) a 14 de janeiro de 2018, no Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB (Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 2, 3108-7600). Visitação de terça a domingo, das 9h às 21h. Entrada gratuita.

 

 

COMENTE

ChinaCCBBChristus Nóbregaarte contemporâneaDragão Floresta Abundante
comunicar erro à redação