Coreógrafo diz que ficou deprimido após ser demitido por Anitta

Mesmo ressentido, ele afirma que gostaria de ter uma chance de conversar com a cantora

atualizado 09/12/2020 16:54

Daniel LourençoReprodução/YouTube

Conhecido como Dy Lourenço, Daniel Lourenço desabafou e disse que guarda mágoas pela forma como foi dispensado da equipe de dança de Anitta. Daniel falou que teve problemas com a cantora motivados por fofocas, assume sua parcela de culpa, mas diz que nunca teve a chance de se explicar.

“Foi um processo um pouco difícil, muito ‘disse me disse’. Essa área tem muito disso”, expôs.

“Desde aquela época, a gente nunca sentou para falar sobre. Naquele momento, a resposta que eu tive é que ela não queria falar comigo”, desabafou, em entrevista ao canal de YouTube Pheeno.

Dy contou que após ter sido demitido por Anitta entrou em depressão, mas logo recebeu uma nova proposta de trabalho. Ele foi para time de Ludmilla, onde foi coreógrafo por cinco anos.

“A Ludmilla me abraçou com uma força muito grande, e eu sou muito grato. Ela não queria saber motivos”, disse.

Mesmo com ressentimentos sobre a dispensa, ele afirma que gostaria de ter uma chance de conversar com Anitta, já que “estava lá quando precisou”. Na mesma entrevista, ele mandou um recado à cantora:

“Como você hoje é uma pessoa inteligente e muito sábia, sabe que me faltou oportunidade para fazer o que você diz que é o que as pessoas precisam ter: comunicação. Você fala isso no Instagram, diz que as pessoas precisam se respeitar e dialogar. Acho que você não fez isso comigo. Eu estava lá quando você precisou e quando começou a fazer tudo. Você sabe disso, e eu me doei o tempo inteiro”, disse.

Últimas notícias