René Sampaio estreia Eduardo e Mônica e prepara doc sobre Renato Russo

Novo filme sobre música da Legião Urbana chega aos cinemas em 6 de janeiro de 2022: veja entrevista com o diretor

atualizado 12/11/2021 20:03

O diretor René Sampaio, 46 anos, se prepara para, pela segunda vez, estrear um filme que adapta um clássico do rock nacional para os cinemas. Em 6 de janeiro de 2022, entra em cartaz Eduardo e Mônica, longa sobre a clássica música da Legião Urbana.

A história de amor de Mônica, vivida por Alice Braga, e Eduardo, com interpretação de Gabriel Leone, foi planejada para ser lançada nos cinemas – mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia de Covid-19.

“A gente teve uma decisão consciente de guardar o filme para os cinemas. É um filme evento, todo mundo tem que sentir essse emoção compartilhadamente”, conta René Sampaio, em entrevista exclusiva ao Metrópoles.

Para o diretor, tanto a música quanto o filme retratam uma trama que é reconhecida por todos. “A história de amor desse casal é universal. Mas, para quem é brasiliense, tem um sabor muito especial”, conta o realizador, ex-morador da capital.

Ligação com a Legião

Faroeste Caboclo levou 1,5 milhão de pessoas aos cinemas e faturou 7 das 13 indicações que recebeu na edição de 2014 do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Entre elas a de Melhor Longa-metragem de ficção. Agora, Eduardo e Mônica tenta repetir o sucesso da primeira aventura das músicas de Renato Russo nos cinemas.

René Sampaio, que produz e dirige a série Impuros, disponível no Star+, não teme ficar com a alcunha de diretor “de filmes da Legião Urbana”.

“Para mim, é uma felicidade imensa se minha carreira, de alguma forma, for ligada a esse artista que eu admiro tanto. É um orgulho”, ponderou o realizador.

Para os próximos projetos, René deixa aberta a possibilidade de um terceiro filme sobre as músicas da Legião Urbana e planeja um documentário sobre a vida de Renato Russo.

Mais lidas
Últimas notícias