O mercado de filmes de ação ganha mais um exemplar que promete atrair a audiência. A Netflix disponibiliza Operação Fronteira, longa com Ben Affleck, filmado na tríplice fronteira (Brasil, Colômbia e Peru).

Além de Affleck, o longa conta com estrelados nomes de Hollywood, como o guatemalteco Oscar Isaac (Star Wars – Episódio IX), o chileno-norte-americano Pedro Pascal, Garrett Hedlund, Charlie Hunnam e Adria Arjona.

A produção conta a história de um grupo de amigos e ex-combatentes em uma unidade das forças especiais que se reúne para roubar um grande narcotraficante.

“Pela primeira vez na história de suas carreiras, esses heróis assumem uma missão com propósitos egoístas e não pelo bem-estar de seu país. Mas, quando os acontecimentos fogem do controle, sua lealdade e honra serão colocadas à prova”, conta a sinopse do filme.

Premiados
O elenco e time de produção do longa conta com três estatuetas. Ben Affleck venceu o Oscar duas vezes (Melhor Roteiro Original por Gênio Indomável e Melhor Filme em Argo) e o roterista Mark Boal faturou a condecoração uma vez (Guerra ao Terror).

“Você precisa ficar ajustando o que acha de cada personagem de acordo com as escolhas que eles fazem”, disse Affleck ao UOL. “Você torce para que eles façam a coisa certa, mas depois percebe que a missão não é tão ética assim. São personagens complicados”, completou.

O filme também carrega uma importante mensagem política, ainda mais em um momento de forte tensão na Venezuela e temor de uma ação dos Estados Unidos na região. “É impossível entender todas ramificações do que acontece quando você interfere militarmente em outro país. Potencialmente é algo catastrófico, certamente pessoas morrem e sofrem. A agenda de um país é imposta a outro”, ressalta Affleck.