Morre Sidney Poitier, primeiro ator negro a ganhar o Oscar

Lendário ator de 94 anos fez história no cinema ao ser indicado ao Oscar de 1958 e ganhar na categoria de Oscar de Melhor Ator em 1964

atualizado 07/01/2022 13:06

Sidney PoitierReprodução/Site Memórias Cinematográficas

Morreu nesta sexta-feira (7/1), aos 94 anos, o lendário ator Sidney Poitier, o primeiro intérprete negro a ganhar o Oscar de Melhor Ator. A informação foi confirmada pelo ministro das Relações Exteriores das Bahamas à imprensa americana.

Além de uma carreira de destaque, tanto na atuação quanto na direção e na produção de fimes, Poitier foi uma voz pelos direitos civis na década de 1960 e um embaixador de seu amado país natal, as Bahamas.

Em 1958, estrelou ao lado de Tony Curtis em The Defiant Ones, interpretando prisioneiros fugitivos acorrentados. O filme foi um sucesso comercial e de crítica e rendeu indicações para Poitier e Curtis ao Oscar e um aceno de Melhor Filme para a produção. Foi a primeira vez que um artista negro concorreu à categoria de Melhor Ator.

0

Ele fez história mais uma vez ao se tornar o primeiro ator negro a ganhar na categoria por sua atuação em Lírios do Campo, em 1964. No longa, ele encontra um grupo de freiras que acreditam que seu personagem, um “faz-tudo”, foi enviado por Deus para construir uma nova capela.

Seu trabalho pelo Movimento dos Direitos Civis chegou a ser reconhecido por Martin Luther King Jr, após ajudar a organizar a Marcha em Washington em 1964, famosa pelo discurso “Eu tenho um sonho”.

“Ele é um homem de grande profundidade, um homem de grande preocupação social, um homem que se dedica aos direitos humanos e à liberdade. Aqui está um homem que, em as palavras que tantas vezes ouvimos agora, é um irmão de alma”, disse King sobre Poitier

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos.

Mais lidas
Últimas notícias