Crítica: Luca é animação divertida e leve sobre amizade e descoberta

Luca, nova animação da Disney/Pixar, une qualidade técnica com um roteiro ágil

atualizado 17/06/2021 15:37

Luca da Disney/PixarDivulgação

Filmes de verão (levando-se em conta a temporada no hemisfério norte) costumam ter uma marca: o estilo good vibes. Luca, nova animação da Disney/Pixar, que estreia nos cinemas nesta quinta-feira (17/6) e no Disney+, tem completamente essa pegada, trazendo uma aventura infantil divertida.

Luca é uma história de descobertas e amizade. O personagem título é um ser marinho que é criado para temer a superfície. Ele, então, conhece Alberto e parte para uma aventura numa ilha italiana.

0

Mas, como um ser marinho, conhecido na superfície como monstro, consegue a aventura: ele é um híbrido, em terra firme tem aparência de humano.

Luca e Alberto, além de viverem uma amizade, proporcionam ao espectador a possibilidade de enxergar a humanidade – e seus traços principais, como lealdade, bondade, mesquinharia e crueldade – pelos olhos de quem nunca havia visto humanos.

Com dinâmica e roteiro ágil, Luca é uma animação empolgante, leve e com a assinatura de qualidade da Pixar: cenários lindos e desenhos impecáveis. Destaque para a relação de Luca, Alberto e Giulia que, em nenhum momento, sai das relação da amizade.

Como é característica da Disney/Pixar, Luca emociona (crianças e adultos), toca em temas como intolerância, preconceito e aceitação, tudo de forma divertida. Um bom filme para relaxar em tempos tão duros de pandemia.

Avaliação: Bom

Últimas notícias