Após vencer no Festival de Brasília, Candango ganha prêmio internacional

Produção de Lino Meireles foi selecionada como uma das melhores do ano no Spotlight Documentary Film Awards

atualizado 05/01/2021 15:31

O documentário Candango: Memórias do Festival deu mais um importante passo em sua trajetória, com a conquista de um prêmio internacional. A obra, dirigida por Lino Meireles, foi selecionada pelo Spotlight Documentary Film Awards como um dos melhores filmes independentes do ano de 2020.

Os jurados do concurso condecoraram o longa-metragem com o Silver Award. Após avaliação do time de jurados, a produção ficou com a terceira maior pontuação da mostra. De acordo com Eric Panter, fundador da competição, centenas de filmes foram inscritos neste ano.

A premiação do Spotlight Documentary Film acontece desde 2015. Milhares de documentários curtas e longas-metragens do mundo inteiro foram analisados por uma equipe de cineastas, consultores de filmes independentes, organizadores de festivais de cinema e juízes que estão no ramo há quase 20 anos e compartilham a paixão pelo cinema independente.

Lino Meireles
Diretor Lino Meireles

“Candango: Memorias do Festival” conta uma versão afetiva de mais de 50 anos de história do cinema brasileiro. Atores, diretores, organizadores e outros artistas relatam suas memórias em um formato ainda pouco usado na literatura jornalistica: a história oral.

O longa é coproduzido pelo Metrópoles com a Ligocki Entretenimento e já foi exibido em outros eventos importantes, como na 44ª Mostra São Paulo, no Los Angeles Brazilian Film Festival,  no Lift-Off Londres, e no Festival Internacional de Cinema de Arquivo. Em 2021, chegará ao Buenos Aires International Film Festival.

Na edição mais recente do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, em dezembro do ano passado, o longa se consagrou com o Candango da Mostra Brasília, como Melhor Documentário de Longa-metragem, e foi reconhecido com o prêmio Marco Antônio Guimarães, concedido ao filme que melhor utilizou material de pesquisa do cinema brasileiro. Além disso, foi campeão na categoria de Júri Popular como Melhor Longa-Metragem da Mostra Brasília.

“Uma das coisas mais importantes para este filme é o interesse do público, pois a mensagem dele, de resistência e de persistência do cinema brasileiro, tem de se espalhar”, comemorou Lino Meireles à época.

 

0

Mais lidas
Últimas notícias