Em nota sobre Prior, Globo diz repudiar violência contra mulher

Coube à jornalista Renata Vasconcellos noticiar o posicionamento da empresa de comunicação carioca

Renata VasconcellosTV Globo/Reprodução

atualizado 03/04/2020 22:02

O Jornal Nacional, da TV Globo, dedicou parte do noticiário para falar sobre as acusações de estupro contra o ex-BBB20 Felipe Prior. A emissora, responsável pela realização do reality show, e com quem o arquiteto mantém contrato de trabalho, mostrou detalhes do caso e a defesa do paulista nas redes sociais, que se diz inocentes.

“A Globo é veementemente contra todo tipo de violência como se percebe em seus programas jornalísticos e mesmo nos de entretenimento. E entende que cabe às autoridades a apuração rigorosa de denúncias como essas”, ressaltou Renata Vasconcellos.

Felipe Prior
Felipe Prior rebateu acusações de estupro
Acusações

Reportagem da Revista Marie Claire, publicada nesta sexta-feira (03/04), traz o relato de duas mulheres que acusam Felipe Prior, ex-participante do Big Brother Brasil20, de estupro e de uma outra vítima que alega ter sofrido tentativa de estupro.

A Marie Claire teve acesso a documentos que comprovariam as narrativas das mulheres. As identidades das vítimas foram preservadas. A assessoria de Felipe Prior negou-se a comentar as denúncias.

O primeiro caso teria ocorrido em agosto de 2014, durante os jogos universitários das faculdades de arquitetura e urbanismo de São Paulo (InterFAU). Conforme o relato da vítima, ela estava bastante alterada pelo consumo de bebida alcoólica e teria aceitado carona de Prior .

Durante o caminho, Felipe Prior parou o carro e, no banco de trás do automóvel, teria praticado o estupro. Em virtude da penetração forçada, a vítima sangrou e foi a um hospital. Na unidade de saúde, não informou o motivo da lesão. No entanto, possui laudo que comprova laceração em seu lábio vaginal.

Últimas notícias