BBB21: entenda a estratégia de Karol Conká para limpar a imagem

Comportamento da cantora após saída do reality, com recorde de rejeição, pode ajudá-la a recuperar sua carreira

atualizado 24/02/2021 22:01

Karol Conká no café com Ana Maria BragaReprodução/Gshow

Muita gente apostou que Karol Conká não conseguiria recuperar a carreira após sua passagem cheia de “animosidade” pelo Big Brother Brasil. No entanto, a postura adotada pela artista após a rejeição histórica de 99,17% tem surpreendido até os mais céticos. Desde seu encontro com Tiago Leifert, após um longo intervalo na programação do reality, ao café da manhã com Ana Maria Braga, no Mais Você desta quarta-feira (24/02), a artista optou por apostar na autocrítica, o que pode ajudar, e muito, a continuidade de sua vida artística.

Para o Flávio Santos, CEO da MField e especialista em marketing de influência, a estratégia da equipe de Karol, de posicioná-la como figura midiática, ciente de suas responsabilidades, já mostra sinais de que deu certo.

“Ela já começou a recuperar seguidores desde a sua saída. Karol Conká merece recomeçar, essa é a principal mensagem a ser compartilhada. O primeiro e grande passo é assumir os erros e se dispor a entender suas falhas, e nesse ‘checklist de boas práticas para reconstrução de imagem’, ela já saiu na frente. A participante tem uma vida pública há anos e sabe da responsabilidade de se comunicar em frente às câmeras. Sai de cena a Karol participante do maior reality show do país, e entra em cena a cantora de rap que é referência no país”

Flávio Santos, CEO da MField

Caio Braga, publicitário e especialista em branding, também fez uma avaliação positiva do desempenho de Karol nas entrevistas e apostou que a cantora conseguirá se reerguer.”O media training que conversou com ela de ontem para hoje está de parabéns, porque conseguiu convencê-la, rapidamente, que o melhor a fazer era acatar as críticas e não rebatê-las”, pontuou.

0
Apelo à saúde mental e apoio

Além de ter recuperado pelo menos 200 mil seguidores desde sua eliminação, Karol recebeu o apoio de várias personalidades. Algumas, como Anitta e Neymar, se posicionaram contra o cancelamento da cantora antes mesmo que ela deixasse o programa.

Após a saída, outros artistas e influenciadores, entre eles a ex-BBB Marcela MCGowan, MC Rebecca, Samantha Schmutz e Zezé Motta, deixaram mensagens cordiais para a rapper no Instagram. Esse comportamento, segundo Flávio Santos, gera um movimento de acolhimento.

“A absorção dos erros e o desejo de aprender falam mais alto que os próprios deslizes. Existe um movimento forte na internet de desplugar ações do jogo da realidade fora do game e isso vem a favorecer a Karol Conká. A partir de agora, abre-se um diálogo grande quanto ao julgamento por modismo e isso reflete diretamente nas chances de recuperação da imagem da cantora. O mercado entende que é uma reconstrução a longo prazo, com certeza que ela irá ser acompanhada com uma lente de aumento pela audiência que vai cobrar retratação, pedidos de desculpas e mudança de comportamento”, opina Flávio Santos.

Ciente de que só tem esse caminho a seguir, a artista chegou ao bate-papo com Ana Maria com discurso humilde, semblante abatido e disposição para ser confrontada pela jornalista sem se exceder.  “Uma grande aposta para Karol agora seria abraçar os problemas e usar suas redes para encorpar esse coro, conscientizando as pessoas que possam se identificar com as mesmas falhas cometidas por ela dentro do BBB. Usar seu perfil como plataforma educativa mostra uma preocupação grande de reabilitação”, completa o gestor de imagem.

Caio Braga avalia que a estratégia de admitir que precisa de terapia também vai ajudar Karol a salvar a própria imagem.

A Ana Maria não aliviou e ela foi muito bem. Esse movimento de ‘cancelar o cancelamento’ vai ajudar, mas a questão de ela estar falando que precisa de tratamento é importante, porque mostra uma posição de vulnerabilidade. Reconhecer que precisa de ajuda é um passo fundamental”

Caio Braga, especialista em branding

O expert em branding também comenta o fato de a emissora, supostamente, ter “aliviado” para Karol, brifando a cantora sobre sua reputação fora da casa. “O nome disso é via de mão dupla. A Globo não quer para si o título de responsável por arruinar a carreira de uma artista. Quer queira, quer não, Karol também trouxe audiência. O programa de ontem foi o mais assistido desde o BBB10. Não é favor da emissora oferecer suporte. É dever”, opina Caio.

Últimas notícias