Brasília está prestes a ganhar uma nova boate, a Noctis (noite, em latim). Prevista para abrir as portas em maio, a casa noturna ocupará um espaço de mil metros quadrados no Gilberto Salomão, na QI 5 do Lago Sul.

Focado em house e sertanejo, o clube terá capacidade para 800 pessoas e acessibilidade para cadeirantes. O empreendimento dividirá público com o vizinho Ibiza Premium e terá programação às sextas e sábados, a partir das 23h.

À frente da empreitada, estão Lauber Amorim, Jaime Raul Hormazabal e Lindomi Alves, produtores de festas com know how do mercado brasiliense. “Juntaremos as nossas experiências para criar uma casa na capital. Garantimos clima intimista, bom serviço e atrações nacionais”, revelam os idealizadores.

O ex-gerente da Q5, Antônio Gomes, foi escalado para completar a equipe. “Ele tem bom relacionamento e entende a vida noturna como ninguém. Será peça-chave para o nosso sucesso”, complementam os sócios.

O projeto arquitetônico será assinado por Thalisson Mesquita. Ambientada com luzes de LED, a casa terá duas entradas e oito lounges com bar e banheiros exclusivos.

O gerente comercial do Gilberto Salomão, Ricardo Mazza, diz que o espaço onde a Noctis será instalada é tradicionalmente ocupado por baladas. “É um ponto subterrâneo ideal para casas noturnas. Por lá, já tivemos boates consagradas, como a Hype, a Trend e a Bulla”, lembra.

Abaixo, confira o projeto 3D do empreendimento.