Anitta é eleita a LGBT mais influente do Brasil; Leo Dias é o 6º do ranking

Lista é composta por artistas, jornalistas, políticos, empresários e ativistas — embora não seja necessário lutar pela causa para integrá-la

atualizado 22/12/2020 17:41

LGBTs mais influentes do BrasilReprodção/Guia Gay

Ela é patroa mesmo! Bissexual, a cantora Anitta foi escolhida a pessoa LGBT mais influente do Brasil em 2020. A lista tem 50 nomes. O segundo lugar é ocupado pela drag queen Pabllo Vittar. Já o colunista do Metrópole,  Leo Dias, é o sexto.

Feita pelo terceiro ano consecutivo pela Rede Guiya, que publica cinco sites em capitais, o ranking 50 LGBTs Mais Influentes do Brasil 2020 é composta por artistas, jornalistas, políticos, empresários e ativistas, por exemplo.

Não é catálogo de ativistas. Há inclusive quem, mesmo sendo LGBT, atuou contra a causa arco-íris ou nada ou pouco por ela fez.

Leia a matéria completa no Guia Gay, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias