Vizinhos se unem para ajudar vítimas de incêndio no DF

Quem quiser apoiar a causa deve entrar em contato com o número (61) 99551-4765. Família da Estrutural perdeu quase todos os móveis

atualizado 19/12/2019 11:58

Thiago S. Araújo/ Especial para o Metrópoles

Vizinhos da casa que pegou fogo na manhã de quarta-feira (18/12/2019), na Cidade Estrutural, se mobilizam para ajudar a família que foi vítima do incêndio. A dona da casa, Maria de Lourdes Pereira Barbosa, 64, e um menino de 4 anos, afilhado dela, identificado como Alex, estão hospitalizados.

Muito querida entre a vizinhança, Maria de Lourdes morava na residência há cerca de 25 anos. Após a família dela perder quase todos os móveis, moradores da região estão se mobilizando pelas redes sociais para pedir ajuda.

Filha de Maria, a vendedora Eliane Pereira (foto em destaque), 34, tenta ajuda do governo para conseguir uma nova residência para a família. “Já estou atrás do auxílio aluguel, porque minha casa é pequena e vou precisar de uma maior para eles morarem comigo”, disse.

Quem puder ajudar a família pode contatar Eliane por meio do número (61) 99551-4765. “O que puderem doar está sendo bem vindo. Porque agora não teremos mais Natal”, lamentou a vendedora.

Confira uma das publicações:

Reprodução

 

 

“Pedimos qualquer quantia de dinheiro para ela e para ajudar a criança, que agora precisa de remédios. Estamos nos juntando para divulgar nas redes sociais”, afirmou Amparo de Maria, 53, vizinha e amiga de Maria de Lourdes há 20 anos.

“Aceitamos tudo, inclusive cestas básicas, porque eles precisam muito de ajuda agora. É uma pessoa que todo mundo gosta, que todos têm grande consideração”, completou.

Luzia Teixeira Bito, 36, foi a vizinha que conseguiu chamar os bombeiros. “Eu acordo cedo, então, já tinha levantado. Ouvi uns gritos e já tinha um senhor ali quebrando a porta e tirando o menininho. Então, liguei para o socorro”, contou.

“Conheço a família há 20 anos. É muito triste o que aconteceu. Agora, tentamos ajudar como pudermos”, acrescentou.

0

 

Causas

Ainda não se sabe o que causou o incêndio — o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) aguarda o resultado da perícia. Os profissionais conseguiram controlar o fogo, que não passou para as casas vizinhas.

A criança vítima do incêndio se encontra em estado grave no Hospital de Base (IHBDF), após ter cerca de 99% do corpo queimado. Maria de Lourdes, que é asmática, também precisou ser socorrida após inalar muita fumaça. Ela está no Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Últimas notícias