Vídeo: PCDF prende 60 que faziam sexo em festa clandestina de swing

Segundo a Polícia Civil, pessoas detidas responderão a procedimento criminal e poderão receber a pena de multa administrativa de R$ 1 mil

atualizado 15/03/2021 8:28

PessoasMaterial cedido ao Metrópoles

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) encerrou uma festa clandestina de swing, na tarde de domingo (14/3), em Samambaia. Aproximadamente 60 pessoas, algumas fazendo sexo, foram alvo da Operação Afrodite.

Em função dos decretos estabelecidos pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para frear a pandemia do novo coronavírus, não são permitidas festas com aglomeração, uma vez que há lockdown parcial e toque de recolher em vigor.

Veja imagens da operação:

O Metrópoles revelou a onda de encontros de swing, marcados em grupos fechados de WhatsApp, para driblar o lockdown, inclusive em áreas públicas.

A Operação Afrodite foi conduzida pela 26ª Delegacia de Polícia, de Samambaia Norte. Durante a ação policial, alguns casais se enervaram contra os agentes. Houve discussão e registro de desacato.

Veja imagens da Operação Afrodite:

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

“É preciso que as pessoas tenham consciência que festas clandestinas serão combatidas com rigor. Todos os convidados foram levados para delegacia e responderão criminalmente”, disse o delegado-chefe da 26ª DP, Rodrigo Larizzatti.

Segundo o delegado adjunto Rodrigo Carbone, cada casal ou pessoa responderá um procedimento criminal, além de estarem sujeitos a multa administrativa de R$ 1 mil por aglomeração.

Afrodite

Na mitologia grega, Afrodite é deusa da sexualidade, do amor e da beleza.

Mais lidas
Últimas notícias