Vídeo: PCDF desarticula grupo que cometia golpe do falso sequestro

O responsável por buscar objetos de valor das vítimas acabou preso. Suspeitos que receberam os depósitos bancários foram identificados

atualizado 18/02/2021 13:07

Golpe do falso sequestro no DFReprodução

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da Divisão de Repressão ao Sequestro (DRS), desarticulou um grupo especializado em extorsão. Os acusados empregavam o golpe conhecido como do falso sequestro.

Em 15 e 28 de dezembro de 2020, ocorreram duas extorsões por telefone que tiveram como vítimas um casal do Lago Norte e uma moradora do Setor Sudoeste.

Segundo os investigadores, esses golpes, na maioria, não contam com a participação de comparsas na capital federal. Os policiais explicam que, geralmente, as ligações se originam do complexo penitenciário de Bangu (RJ), e as contas bancárias que recebem os depósitos são de moradores do Rio.

Nos casos investigados pela DRS, no entanto, as vítimas, além de efetuarem depósitos bancários, foram obrigadas a entregar joias e valores em moedas estrangeiras. O casal do Lago Norte deixou uma sacola perto de uma parada de ônibus, posteriormente apanhada por um motociclista.

A vítima do Sudoeste seguiu até as proximidades do aeroporto e entregou, pessoalmente, uma mochila a um suspeito.

Veja imagens da entrega no aeroporto:

Após investigações, a PCDF prendeu o responsável por pegar os objetos de ambos os casos. Ele confessou a participação na ação criminosa. Os correntistas que receberam os depósitos foram identificados e serão indiciados. As apurações continuam no sentido de identificar os presidiários que efetuaram as ligações para as vítimas.

Últimas notícias