Idosa do DF é vítima de golpe do falso sequestro feito no Rio

Bandido ameaçou senhora de 75 anos dizendo que matariam a filha dela, caso ela não transferisse R$ 9,9 mil. Ele acabou preso

Thiago S. Araujo/Especial para o MetrópolesThiago S. Araujo/Especial para o Metrópoles

atualizado 16/01/2020 13:59

Investigadores da 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro), com o apoio de policiais civis do Rio de Janeiro, conseguiram impedir um prejuízo de R$ 9,9 mil por parte de uma idosa no Distrito Federal. A senhora, de 75 anos, havia sido vítima do golpe do falso sequestro.

A denúncia veio da família da própria vítima. Na manhã desta quinta-feira (16/01/2020), parentes avisaram que ela estava desaparecida. De acordo com o genro da senhora, vários saques estavam sendo realizados em diversas agências. Por isso, eles acreditavam que ela havia sido sequestrada e obrigada e fazer as retiradas.

Durante as investigações, os policiais encontraram a vítima e conseguiram a explicação. Na verdade, ela havia sido alvo do falso sequestro. Criminosos entraram em contato com a idosa, por meio de um número de telefone restrito, e afirmaram que matariam a filha dela, caso não depositasse todo o dinheiro que tinha em uma conta específica.

Os investigadores entraram em contato com a instituição financeira e conseguiu bloquear parte do valor transferido. Também descobriram a localização da agência: fica em São João do Meriti, no Rio de Janeiro. A conta estava em nome de uma pessoa identificada como A.O.M.

A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCRJ) foi informada e agentes da 52ª Delegacia de Polícia (Nova Iguaçu) se dirigiram ao banco. Lá, encontraram o titular da conta, com parte do valor. Ele também tinha efetuado transferência para outras pessoas.

Conduzido à 52ª DP, o homem afirmou que havia “emprestado” a conta para uma conhecida, identificada apenas como Erica, e transferido valores para outra pessoa chamada Idivaldo. A.O.M, preso em flagrante, foi autuado por crime de extorsão majorada pelo concurso de agentes.

Últimas notícias