Vídeo mostra ratos onde cestas básicas são montadas e doadas para todo o país

Gravação exibe três roedores mortos no galpão da Conab. Companhia alega seguir protocolos de higiene e vai investigar o caso

atualizado 08/10/2021 9:35

Divulgação/Conab

Um vídeo obtido pelo Metrópoles mostra ratos perto de sacos de arroz dentro de um galpão de armazenamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A gravação foi feita há duas semanas por um trabalhador. O local é usado para armazenar cestas básicas que são montadas e distribuídas para todo o Brasil.

Conforme contaram duas pessoas, que preferiram não se identificar, não é a primeira vez que tal cena é vista. “A gente sempre via um ou outro passando. O que está no vídeo é até pequeno. Nós chegamos a ver ratazana”, diz uma delas. Em nota, a Conab afirmou que vai investigar a denúncia (leia abaixo a resposta na íntegra).

O outro indivíduo relata que havia até mesmo uma orientação de superiores para relevar sacos de arroz, feijão ou farinha rasgados. “A gente só descartava se tivesse pelo ou fezes de rato dentro. Se não desse para ver o motivo do rasgo, mandavam passar a fita em cima e enviar”, comenta.

Assista ao vídeo

O que diz a Conab

Procurada, a Conab disse que “trata com seriedade a questão da garantia da qualidade dos alimentos oferecidos a famílias em situação de vulnerabilidade”.

Segundo a nota enviada à reportagem, “a última vistoria, realizada em maio deste ano, atestou que a higienização do local estava de acordo com todas as normas necessárias para funcionamento. A companhia disse ainda que se utiliza de diversos artifícios para evitar que ratos entrem nos armazéns e que não há orientação para reparar os sacos e utilizá-los.

Confira a nota na íntegra

“A Conab, como empresa pública responsável por executar ações e programas de abastecimento social, tem preocupação constante em promover a segurança alimentar da população brasileira. Por isso, trata com seriedade a questão da garantia da qualidade dos alimentos oferecidos a famílias em situação de vulnerabilidade por meio desta importante política que é a doação de cestas de alimentos.

Neste sentido, a Unidade Armazenadora de Brasília é uma das que operacionaliza a armazenagem e distribuição dos alimentos como parte da ação governamental. Para garantir que os alimentos cheguem à mesa de quem precisa com a qualidade prezada, a Conab segue rigorosos protocolos sanitários. A unidade possui alvará de funcionamento e passa por fiscalização periódica. A última vistoria, realizada em maio deste ano, atestou que a higienização do local estava de acordo com todas as normas necessárias para funcionamento. Uma equipe de seis pessoas também realiza a limpeza das instalações diariamente.

Além disso, como forma de prevenção, estão instaladas ao redor de todos os armazéns caixas porta iscas que são constantemente abastecidas com iscas raticidas. Ainda como medida preventiva e corretiva, quando há o armazenamento de produtos alimentícios na unidade, é realizado um anel químico com raticida em pó ao redor do pallet, pilha ou bloco de produtos. Até o momento, todas as medidas elencadas têm se mostrado eficazes na proteção dos alimentos.

Por fim, a Conab destaca que não há, nem nunca houve, orientação por parte de funcionários para utilização de alimentos que tenham sofrido avaria severa nas embalagens. A Companhia ressalta que a orientação, de fato, e a prática adotada é de separação e posterior descarte dos produtos com sacarias danificadas, não havendo possibilidade de reaproveitamento de itens nestas condições na montagem de cestas de alimentos.

Em respeito ao compromisso com a segurança alimentar e nutricional da população, a Companhia informa que irá apurar a veracidade das informações apresentadas pelo jornal.”

Últimas notícias