Vídeo: homem em fúria quebra carro e agride idoso após briga de trânsito

Vítima de 63 anos bateu com a cabeça no meio-fio e está internada em estado grave no Hospital de Base

atualizado 29/09/2022 8:23

Câmeras de segurança de um comércio em Planaltina flagraram, no último sábado (24/9), uma discussão de trânsito que acabou virando caso de polícia. As imagens mostram o dono de um Gol vermelho quebrando o para-brisa de uma caminhonete S10 prata e dando um empurrão no proprietário dela, Francisco Antônio de Sousa, 63 anos, que acabou internado em estado grave no Hospital de Base.

Conforme consta no boletim de ocorrência registrado na 16ª DP (Planaltina), o episódio ocorreu na altura da Estância Mestre D’Armas Quatro. A companheira da vítima informou que Francisco encontrou dois carros obstruindo a passagem e pediu para que o dono do Gol tirasse o veículo do local.

Ainda segundo a versão da companheira, uma mulher chegou gritando e dizendo que a caminhonete tinha batido no carro. Essa mesma mulher teria tirado a chave da S10, falando que ninguém sairia antes que a polícia chegasse.

Como é possível ver nas imagens, o dono do Gol pegou uma pedra e passou a quebrar a caminhonete. Logo depois, as duas mulheres começam a brigar por causa da chave e chegam a cair no chão.

Elas são afastadas, mas Francisco acaba sendo empurrado e cai com a cabeça direto no meio-fio. Ele ficou desacordado e, imediatamente, começou a sangrar pelo nariz, boca e ouvidos.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

“Ele saiu como se tivesse matado uma barata. Um absurdo. A nossa intenção não é querer o mal de ninguém, mas a gente quer Justiça. Um caso desse não pode ficar impune”, diz Maria Helena Rodrigues, ex-esposa de Francisco.

Segundo ela, a vítima está internada em estado grave em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base. “A situação é difícil, pois ele aspirou muito sangue na hora que bateu a cabeça e ficou desacordado”, relata.

Confira as imagens

Ainda de acordo com a ex-esposa, o autor do empurrão teria ido voluntariamente à 16ª DP nesta terça-feira para ser ouvido.

A reportagem não conseguiu contato com a delegacia e a assessoria de imprensa da PCDF informou que não há atualização sobre o caso.

Mais lidas
Últimas notícias