Vídeo: câmera flagra suspeito de matar travesti no Distrito Federal

Juliana da Cruz Costa, 33 anos, foi apunhalada com um golpe de faca na altura da clavícula e morreu no local

atualizado 11/12/2020 19:09

Divulgação/PCDF

Imagens de um circuito de segurança flagraram o momento em que o homem suspeito de assassinar a travesti Juliana da Cruz Costa, 33 anos, na Quadra 101 do Sudoeste, na noite dessa quinta-feira (10/12), chega ao local minutos antes de cometer o crime.

Segundo informações da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), a vítima teria se negado a dividir uma marmita com um morador de rua que vivia na região. Indignado com a atitude, o homem deixou o local, voltou em seguida e esfaqueou Juliana na altura da clavícula.

Pelas imagens, é possível observar o suspeito, ainda não identificado, passando em frente a uma loja. Ele usava boné, bermuda escura e camisa marrom.

Veja:

0

Responsável pelo caso, o delegado Douglas Fernandes, da 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro), afirma que as equipes estão em busca do acusado. “Estamos em diligências com outros moradores de rua e pela região. A intenção é realizar a prisão em flagrante”, afirma.

Juliana, que era moradora de rua, trabalhava no local como vigia de carros. Uma testemunha que prestou depoimento às autoridades relatou que a travesti se recusou a dar o alimento e, pouco tempo depois, o autor desferiu um golpe de faca na vítima.

Equipes da 3ª DP percorreram pontos em que o autor poderia estar, conforme informações de testemunhas que o viram fugir. Porém, até a última atualização desta reportagem, ele não havia sido localizado.

A delegacia solicita que, caso alguém tenha qualquer informação sobre o paradeiro do suspeito, entre em contato pelo telefone 197.

Mais lidas
Últimas notícias