Vídeo: briga entre PM e bombeiro tem tapa na cara e tiro pro alto

A discussão foi motivada por uma brincadeira feita por duas crianças, que explodiam bombinhas nas proximidades de uma residência

atualizado 30/12/2019 13:35

Reprodução

Uma confusão com direito a tapa na cara e tiro para o alto envolvendo um policial militar aposentado e uma sargento do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) foi parar da delegacia, na madrugada desta segunda-feira (30/12). A briga ocorreu no meio da rua, na QR 412, em Samambaia e por pouco não teve um desfecho trágico.

A discussão foi motivada pela brincadeira feita por duas crianças, que explodiam bombinhas nas proximidades de uma residência. O policial da reserva acabou preso por disparo em via pública e precisou pagar R$ 1 mil de fiança para ser liberado.

Veja as imagens:

De acordo com as pessoas envolvidas na ocorrência e ouvidas na 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia), por volta de 20h, familiares estavam em casa quando ouviram o barulho do que pareciam ser estouros de fogos de artifício. Quando olharam pela janela perceberam duas crianças que soltavam bombinhas próximo ao portão da casa.

Elas correram em direção a um prédio e entraram no condomínio. Uma das mulheres que estava na casa entrou no residencial e encontrou as duas crianças.

Segundo o depoimento da mulher, houve uma conversa com as crianças, que prometeram não estourar mais as bombinhas. Em seguida, a mulher, o marido e a irmã deixaram o local.

Por volta de 23h, a mãe de uma das crianças teria se revoltado ao ver as imagens de câmeras do condomínio que mostram os moradores da casa entrando no condomínio sem autorização. A moradora teria ligado para um tio, policial militar aposentado, para ir até ao local.

Tapa na cara

Já no meio da rua, a mãe de uma das crianças, o tio dela (de boné) e pessoas que estavam na casa — entre elas uma sargento dos bombeiros — começam a discutir. Uma das mulheres leva um tapa na cara dado por uma das moradoras do prédio.

Os ânimos se exaltam ainda mais, e o policial aposentado faz um disparo para o alto. Naquele momento, o marido da sargento tenta apartar a briga.

Os moradores da casa tentaram registrar o caso na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), visto que tinham crianças envolvidas. No entanto, a ocorrência foi desviada para a 26ª DP.

Na delegacia, o PM aposentado foi preso em flagrante pelo disparo em via pública e precisou pagar R$ 1 mil de fiança para responder em liberdade. A mulher dele, que desferiu o tapa no rosto da sargento, acabou autuada por lesão corporal e assinou um Termo Circunstanciado e liberada em seguida.

Últimas notícias