A 35m de altura, trabalhador é resgatado de prédio do TST

Ele usava todos os equipamentos de proteção, mas teve problemas com aparelho de manutenção de fachadas e ficou preso

CBMDF/DivulgaçãoCBMDF/Divulgação

atualizado 13/02/2020 13:25

Um trabalhador que fazia a manutenção da fachada do Tribunal Superior do Trabalho (TST) ficou preso em um equipamento, a uma altura de 35 metros, e precisou ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF). O caso ocorreu por volta das 10h desta quinta-feira (13/02/2020).

Os bombeiros usaram sete viaturas, duas motocicletas e 22 militares na operação. Valmir Jesus dos Reis, 53 anos, usava todos os equipamentos de proteção individual (EPI), mas teve problemas com o aparelho que utilizava para limpar a fachada do TST.

As equipes do 1º Grupamento de Bombeiro Militar (1GBM), do Grupamento de Busca e Salvamento (GBSAL), além dos Motociclistas de Resgate do Grupamento de Atendimento a Emergência Pré-Hospitalar (GAEPH), coordenadas pelo Oficial da Área Leste, utilizaram uma auto escada mecânica (AEM).

O equipamento também pode ser empregado em casos de incêndio e atinge uma altura de 55 metros. Os bombeiros ressaltaram que o uso do EPI pelo trabalhador facilitou a espera pelo resgate sem maiores problemas.

Últimas notícias