Bombeiros resgatam cadeirante que caiu de caiaque no Lago Paranoá

Homem de 38 anos é praticante de canoagem e caiu da embarcação após rajada de ventos e ondas

atualizado 24/01/2020 18:03

CBMDF/Reprodução

O Corpo de Bombeiros resgatou um cadeirante que estava à deriva após cair de um caiaque no Lago Paranoá na tarde desta sexta-feira (24/01/2020). Luciano Pereira Lima, 38 anos, foi retirado da água pela equipe de mergulhadores da corporação. Ele não chegou a se afogar e também não se feriu.

O homem é praticante de canoagem e caiu da embarcação após ser atingido por fortes rajadas de ventos e ondas, que afundaram o caiaque.

Luciano usava colete salva-vidas e ficou boiando na água até a chegada dos socorristas.

Confira o momento em que ele é retirado da água:

Ventos e chuva

Governo federal emitiu, na terça-feira (22/01/2020), um alerta para a possibilidade de chuvas intensas e altos acumulados de precipitação no Distrito Federal. A previsão aponta que o volume total de chuva varie entre 150 milímetros e 400 milímetros.

A projeção era de que as precipitações mais intensas começassem a cair já na quarta-feira (22/01/2020) e prosseguissem até o fim de semana. O aviso também alerta os moradores de Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

O informe é do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR); do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet); do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden); e do Serviço Geológico Brasileiro (CPRM).

O Inmet recomenda que, em caso de rajadas de vento, as pessoas evitem ficar debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas, e não estacionar veículos perto de torres de transmissão e placas de propaganda.

Já a Defesa Civil emitiu alerta, nesta sexta-feira (24/01/2020), aos brasilienses. A previsão é de ventos fortes, que podem ultrapassar os 50 km/h.

Em situações de emergência, o Corpo de Bombeiros Militar do DF deverá ser acionado, pelo 193. A Defesa Civil é chamada pelos bombeiros quando há ameaça iminente de desabamento de estruturas. O canal direto com o órgão deve ser feito pelos telefones 3362-1906/1909.

Últimas notícias