Veja vídeo de casa onde vive mulher que planejava massacre em escola do DF

Imóvel onde suspeita mora fica no Recanto das Emas, perto do colégio que seria alvo do ataque planejado pelo grupo investigado pela DRCC

atualizado 21/05/2021 19:04

cassa desarrumada Reprodução/PCDF

Na manhã desta sexta-feira (21/5), da policiais civis da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), em parceria com a Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos, deflagraram operação para desarticular o plano para executar um massacre em uma escola do Distrito Federal. O alvo é uma mulher de 19 anos que vive em uma casa no Recanto das Emas.

Desorganizada, cheia de móveis entulhados e roupas espalhadas por toda a área externa, a residência teve os cômodos vasculhados pelos investigadores que cumpriam o mandado de busca e apreensão. Em um dos quartos, onde dorme a jovem apontada como uma das suspeitas de planejar o ataque, os investigadores encontraram máscaras e simulacros de arma de fogo. A mulher foi levada para a DRCC, ouvida em termo de declaração e liberada.

As investigações continuam para apurar a participação de outras pessoas supostamente envolvidas com o planejamento do ataque.  O Metrópoles apurou que, apesar do envolvimento da polícia norte-americana na investigação, o ataque no DF não ocorreria em colégios internacionais, como a Escola das Nações e a Escola Americana, mas em um colégio público da capital, na região do Recanto das Emas.

O massacre aconteceria quando as aulas presenciais fossem retomadas, uma vez que, devido à pandemia do novo coronavírus, os alunos estão tendo lições remotas. A investigação conseguiu informações sobre indivíduos que teriam a intenção de cometer diversos crimes violentos. Segundo a PCDF, a tragédia causaria dezenas de vítimas na capital federal. O nome da escola alvo não foi divulgado pelos investigadores.

 

Mais lidas
Últimas notícias