Vacinação contra Covid-19 e gripe continua nesta quinta-feira no DF

Pontos de imunização oferecem D1, D2 e dose de reforço contra as duas doenças. Veja os locais e as recomendações

atualizado 06/01/2022 7:28

Vacinação contra a CovidFábio Vieira/Metrópoles

A população do Distrito Federal pode procurar os postos de vacinação nesta quinta-feira (6/1) para se imunizar contra a Covid-19 e contra a gripe. Para a doença causada pelo coronavírus, qualquer pessoa com mais 12 anos pode se vacinar, já para a Influenza, basta ter mais que 6 meses de idade.

Os postos de vacinação contra a Covid-19 são separados entre os drive-thru, em que o cidadão deve ir de carro, e os para pedestres. Além disso, é importante estar atento à dose da vacina, que pode ser a D1, a D2 ou a dose de reforço. A Secretaria de Saúde permite escolher a marca da vacina.

Para a segunda dose da AstraZeneca ou Pfizer, é necessário contar 56 dias da D1. Caso já esteja na hora de tomar a D2, basta conferir em qual posto está disponível cada uma das marcas. Quem tomou Coronavac precisa aguardar 28 dias.

Para o reforço, pessoas a partir de 18 anos, profissionais de saúde e imunossuprimidos graves podem procurar os pontos de vacinação caso cumpram as regras. Para os dois primeiros públicos, a exigência é de que se tenha tomado a D2 há pelo menos quatro meses. No último grupo, a necessidade é de 28 dias de espera.

O reforço da Janssen também tem regra a ser seguida. Apenas quem tomou a dose única há pelo menos 2 meses pode procurar um dos postos disponíveis.

Veja aqui os pontos de vacinação contra Covid-19 e Influenza.

Surto de gripe

A vacina contra a gripe aplicada no Distrito Federal não foi desenvolvida especificamente para combater o vírus H3N2 e H1N1, que provocaram um surto no país. No entanto, segundo a Secretaria de Saúde, o imunizante ainda ajuda a combater a doença, já que deixam as pessoas com melhor resposta imunológica.

Nessa terça-feira (4/1), o Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, anunciou que está produzindo uma vacina específica contra os vírus que desencadearam o aumento dos casos da doença. O novo imunizante será distribuída no Sistema Único de Saúde (SUS) em 2022.

0

Mais lidas
Últimas notícias